Archives For May 2010

Mais uma rodada de covers para “agitar” seu começo de semana. Dessa vez temos algumas surpresas, e não muitos covers acústicos. Mas recomendo baixar. Não é todo dia que Sia regrava Britney ou Hot Chip a Shakira. Não mesmo…

.

Sia – Gimme More (Britney Spears Cover)

Sia é a nova velha-cantora mais badalada do momento. Aproveitando a onda Christina Aguilera, e prestes a lançar seu novo CD em Junho, aqui está um mais um belíssimo cover feito pela cantora, lá em 2008. Com uma versão mais suave da música, o clássico de Britney perde suas batidas com cara de clube noturno masculino, para ganhar um clima mais Starbucks: íntimo e bastante agradável. Vale a pena checar.

♫ Sia – Gimme More (Britney Spears Cover)

.

Marching Band – Out Of Touch (Hall & Oates Cover)

Marching Band é o nome do grupo regrava aqui o “clássico” dos anos 80 Out Of Touch, do Hall & Oates, uma música bastante conhecida por nós provavelmente através dos nossos pais (ou GTA Vice City). Mas não se preocupe. Com um ar mais indie rock, mas mantendo a suavidade da original, essa nova versão parece ter chegado justo a tempo para ocupar aqueles finais de semana entediados de Julho.

♫ Marching Band – Out Of Touch (Hall & Oates Cover)

.

Hot Chip – She Wolf (Shakira Cover)

O Hit Chip decide pegar seus sintetizadores e guitarras para regravar… She Wolf? E surpreendentemente, esse cover que tinha tudo para dar errado vira uma surpresa bastante agradável. O cover mantém todas as linhas, batidas e efeitos da original, colocando aquele quê do Hot Chip, e é claro, os vocais inconfundíveis dos caras. Para surpreender os amigos mais alternativos e colocar um ponto de interrogação nos mais pops.

♫ Hot Chip – She Wolf (Shakira Cover) [REPOSTADO]

.

Neon Trees foi responsável por abrir vários shows da turnê Norte-Americana do The Killers em 2008, e embora os sintetizadores presentes nos façam lembrar também da sonoridade anos 80, as semelhanças param por aí. O Neon Trees carrega um ar mais despretencioso, e eles simplesmente brilham nisso. Focados em criar versos chamativos, refrões grudentos, e breaks que explodem logo após o refrão, embora as guitarras ainda sejam bastante presentes, suas melodias acabam tendo mais em comum com o pop-rock leve do Maroon 5.

Animal, por exemplo, primeiro single do álbum Habits, começa com uma série de palmas, e a melodia quem dita é uma linha deliciosa de baixo. A música fez um sucesso relativo nos Estados Unidos, se fosse o novo single do Maroon 5 não iria causar espanto em nenhum fã dos caras. 1983 é um outro destaque, que merece os mesmos elogios da primeira música, tanto que parece começar daonde ela terminou. Ambas possuem as características ditas na primeira linha, e são as que melhor representam a banda, com melodias cativantes e refrões que prometem não sair da sua cabeça. As músicas não são revolucionárias, mas baixe as duas e torne de sua segunda feira algo pouco menos detestável.

♫ Neon Trees – 1983

♫ Neon Trees – Animal

.

Porque hoje é sexta feira e você quer desligar o cérebro, temos as canções perfeitas para isso. Enquanto nenhuma dessas é nova o suficiente (perdoe-nos se já conhecia alguma), todas são igualmente divertidas.

.

Timid Tiger – Golden Arm

Essa é uma favorita há um bom tempo, e executada constantemente no meu iPod. Ritmo contagiante, misturando a alegria do pop com a energia do rock, Golden Arm é diversão do início ao fim e vai te deixar no pique para sair e se divertir. Com um refrão tão divertido e acessível como esse, na primeira execução você já vai ver seus amigos tentando cantá-lo. Talvez a mais agitada do post, se você pudesse escolher uma música para começar a playlist, definitivamente seria esta.

Timid Tiger – Golden Arm

.

Addeboy Vs. Cliff – Beep My Beep

A música foi lançada ano passado, e apesar de ser bem pop, recebeu um belo 8 do exigente Pitchfork. Com umas batidas à-la Daft Punk e uma letra engraçadinha à-la Britney, Beep My Beep é “Call On Me” do Erik Prydz para a geração Skins. Interprete a letra do jeito que quiser, mas o que temos aqui são três minutos de pura diversão. Anote que viu aqui primeiro, pois se a música for descoberta por algum blog mais influente, pode ter certeza que é sucesso na certa. Assista também ao vídeo, que contém lasers, línguas e lobos.

 

♫ Addeboy Vs. Cliff – Beep My Beep

.

 

 

Weekend Warriors – Don’t Stop

A banda tem fim-de-semana no nome, soa meloso, mas não tem outro jeito. A música é a cara de por no carro numa sexta indo pra balada com os seus amigos, sejam eles indies, playboys ou patricinhas. É daquelas músicas que tocaria tanto na Jovem Pam quanto na Oi Fm, e garanto que nenhum deles vai contestar. A banda simplesmente sumiu do mapa, mas baixem a música, que ainda é raríssima de se encontrar na internet, e guardem para aquela playlist especial do sábado a noite.

♫ Weekend Warriors – Don’t Stop

.

 

Penguin Prison – The Worse It Gets

Essa merece um post só pra ela, por ser a mais atual e a mais promissora. Penguin Prison está prestes a lançar seu álbum, que grita final-de-semana em todas as faixas que ouvi até agora. The Worse It Gets possui um clima bem anos 90, foi produzida pela turminha do Holy Ghost!, e sobre guitarras e synths, Penguin Prison lamenta ter chegado tarde numa festa, e hm, canta sobre um carro chamado Jenny. Pode ser a menos histérica do trio, mas talvez seja a mais grudenta.

♫ Penguin Prison – The Worse It Gets

.

Kanye West está de volta com um novo álbum, Good Ass Job, previsto para mais tarde esse ano, e Power parece ser o novo single. Para quem está curioso em saber se o cara manteve a sonoridade do excelente 808s & Heartbreaks ou voltou ao hip hop, fique sabendo que ele misturou os dois estilos nesta aqui. Temos Kanye mandando um rap bem estilo Graduation, sobre um batida que lembra um pouco a do 808s, porém menos melosa. A música, entretanto, fica bem aquém do que foi visto anteriormente em ambos os trabalhos. Ao fundo, cantos tribais africanos remetem à copa, e chega até a lembra a “Oh Africa”, música para promover o evento. Ao contrário desta, entretanto, Kanye continua egocêntrico e mostra quem está no poder, “Eu estava bebendo antes, agora estou dirigindo / Mas eu tenho poder pra fazer da vida tão excitante”.

♫ Kanye West – Power

A série Twilight pode não ser a favorita da turminha indie, mas com certeza está deixando todos felizes. Mais uma vez, para Eclipse, vários artistas alternativos foram chamados, como Muse, Vampire Weekend, Band of Horses, Metric, Sia, Florence and the Machine, etc. Em Jonathan Low, do Vampire Weekend, a banda decidiu brincar com novos sons, visto que como eles disseram, “era só pra uma trilha sonora mesmo”. Realmente, a música não se encaixa em nenhum dos dois álbums da banda, mas mesmo assim não deixa de ser boa, e temos até uma guitarra de doze cordas presente na música. Como foi prometido material novo para ainda esse ano, fica a dúvida de como essas novas músicas soarão. Mas conhecendo a banda, eu realmente não me importo.

OBS.: a foto em questão é do clipe de Holiday, do Contra, que saiu hoje e vocês podem conferir clicando aqui.

Vampire Weekend – Jonathan Low

ATUALIZADO: AS MÚSICAS ESTÃO EM HQ AGORA, E AS INFORMAÇÕES SÃO OFICIAIS.

Aqui está a capa do novo CD do Arcade Fire, The Suburbs, que sairá no dia 02 de Agosto para delírio geral. O primeiro single, com o mesmo nome do álbum, The Suburbs, pode surpreender alguns. Embora como a capa do álbum, ensolarada e feliz para os padrões da banda, eu certamente não estaria errado em dizer que a música ainda resguarda o tom sombrio dos CDs anteriores. Guiada por pianos e um violão semi-acústico, a faixa se encaixaria mais para terminar um álbum de forma “feliz”, do que para abrir um álbum. Em The Suburbs, Butler fala em modo geral das futilidade que nos cercam na vida suburbana. No refrão, lamenta ter superado essa sensação,  para no finalzinho dizer que em seus sonhos ainda está gritando. Será que temos aqui uma referência à série Neighborhood do primeiro álbum?

♫ Arcade Fire – The Suburbs

Em Month of May, temos uma mistura de duas músicas da banda. A música é bem rocker, com as guitarras mais pesadas da banda, e sem refrão algum, lembrando vagamente o tom de Antichrist Television Blues do segundo CD, só que menos melódica e com um toque das guitarras de Power’s Out. A música entrará no novo CD e também como lado-B do single de The Suburbs.

♫ Arcade Fire – Month Of May

Flashover é a nova música dos Klaxons, mas felizmente, não é o novo single da banda. Lá se foi a sonoridade eletrônica new-rave, para dar lugar aqui a um rock mais pesado. Mas os fãs podem ficar tranquilos, pois a essência Klaxons não está perdida: o refrão, os versos, simplesmente cheiram a Klaxons. A mudança aqui pode se assemelhar com a dos Arctic Monkeys no ano passado, porém um pouco mais pesada. O “felizmente” no começo do post na verdade, não é pela mudança de sonoridade, mas sim pela música não ser incrível, como a maioria das 11 faixas do primeiro álbum.

O single oficial deve ser lançado mês que vem entretanto, e não sei o que esperar na verdade, pois a banda mesmo disse que gravou canções pop-folk pro novo trabalho, embora vão ficar de b-side. Espere por algo mais leve que a nova música, mas menos Klaxon que as antigas.

♫ Klaxons – Flashover

OBS.: estava rodando pela internet uma versão cortada da música, mas podem baixar essa daqui que está completa.