Reptar – Rainbounce

Luis Felipe —  31/08/2011 — Faça um comentário

Ouvir uma única vez o novo EP do Reptar não é o suficiente. Já falamos disso quando resenhamos a música-chave do disco, “Stuck In My ID”, mas se tem uma faixa capaz de representar de forma melhor a história é “Rainbounce”, o mais novo single do grupo, que acabou de ganhar um clipe inclusive.

Os vocais, como sempre, estão no ponto, com um sotaque meio Jamaicano que só faz crescer a lista de influências desta aqui. Mas o mais divertido da música, entretanto, é sua estrutura inusitada. Com um início cheio de pianos e sintetizadores que vão lembrar a época de ouro do Motion City Soundtrack (alguém lembra?), a música logo ganha xilofones e steel drums, se transforma em um rock pesado na metade e no fim ainda vira um paraíso tropical, que não dura muito tempo, como todas as diversas partes da música. Descrever tudo o que se passa aqui é impossível, mas mesmo experimental e sem um refrão aparente, a criatividade da banda para juntar tudo e formar uma canção uníssona, viciante e competente do início ao fim é de impressionar. Podemos chamar de loucura pop?

Reptar – Rainbounce

O provável melhor EP do ano é o Oblangle Fizz Y’all (produzido pelo Ben Allen do Merriweather Post Pavillion, Animal Collective) com cinco faixas excelentes e o melhor de tudo, variadas (tanto entre quanto dentro delas). Se quiser sair um pouco do som convencional de sintetizadores sem perder a linha, já sabe o que procurar.

Nenhum comentário

Seja o primeiro a começar a conversa.

Deixe seu comentário