Friday Mixes – #Vol. 32

Luis Felipe —  21/10/2011 — 6 Comments

Bem vindos a mais uma edição do Friday Mixes! Dessa vez trouxemos quatro remixes estrondosos, que devem ser ouvidos no máximo e de preferência com bons alto-falantes, e outros quatro perfeitos para serem escutados tanto nos clubes quanto com os seus fones de ouvido favoritos. Os destaques da semana ficam para a versão suja e até meio Halloween que o R3hab fez pra “We Found Love” da Rihanna; para o espetacular e groovy remix oficial que o Gotye e sua “Somebody That I Used To Know” recebeu, e por fim, a maravilhosa versão disco à-la Penguin Prison de “If U Seek Amy” que a Britney encaixou em seu novo disco de remixes. Bom final de semana a todos, e até a próxima!

.

Rihanna – We Found Love (R3hab’s XS Extended Remix)

Dona de um do vídeo pop mais ousado e surpreendente do ano, a própria Rihanna já fez o que pode para tirar um pouco do doce em excesso que seu single “We Found Love” carrega – um pop puro, honesto – e até irritante demais por isso. Além do vídeo à-la Skins que a faixa ganhou, o próximo passo é o remix matador que o R3hab fez para a faixa, mestre em transformar músicas pop chicletes como “Papi” e “Never Will Be Mine” em monstros que botam muita gente pra correr.

E bem, se você foi um desses que não gostou da original por ser doce demais, talvez também não goste desse remix mas agora por estar violento demais. É aquele tipo de som que faria seus pais tapar os ouvidos, mas que para muitos é pura sinfonia de sexta-feira a noite. Com batidas insanas que parecem terem chegado a tempo pro Halloween, a música soa como uma grande ópera techno, com samples assustadores e efeitos macabros, que poderiam muito bem ser a trilha do aniversário do Freddy Krueger. O segundo drop deixa o refrão ainda mais maléfico, como se tivesse sugado toda a bondade da original, e cai com toda a força na casa dos 3:30, nos deixando em estado de transe. A versão, infinitamente mais suja (e melhor) que a original, finalmente faz jus ao vídeo que acabou de receber.

Rihanna – We Found Love (R3hab’s XS Remix)

.

Beyoncé – Countdown (My Digital Enemy Remix)

Já postamos um remix reggae de “Countdown”, o novo single da Beyoncé, e até mesmo uma versão house anos 90 que lembra muito o trabalho do Azari & III, mas se estiver a fim de uma versão moderna da música, não precisa procurar mais. Não sei da onde o My Digital Enemy saiu, mas ele acabou de levar o troféu de ouro com essa aqui. Com um começo simples e puramente electro, logo na casa do 1º minuto os vocais de Beyoncé já aparecem e desaceleram as coisas completamente, de forma até desincronizada com as batidas. Mas não demora muito até sintetizadores eufóricos tirados do synth-pop entrarem de surpresa na música, mudando o clima completamente, e culminando com os vocais da cantora recortados em uma parte ainda mais dançante. Apesar de todos os elementos do seu típico remix electro estarem aqui – eis uma versão moderna, dançante e por horas até mais bonita da faixa.

Beyoncé – Countdown (My Digital Enemy Remix)

.

Coldplay – Paradise (Fedde Le Grand Remix)

O holandês Fedde Le Grand, dono dos hits “Let Me Think About It” e “Put Your Hands Up For Detroit”, que também se apresenta mês que vem por aqui no SWU, é o novo grande nome contratado pelo Coldplay pra remixar um de seus singles, logo após o Sweedish House Mafia e o Avicii. O que o DJ fez aqui, em “Paradise”, é o típico – um remix gigantesco, que pega a voz de Chris Martin, que aliás casa bem com qualquer batida house, e a usa apenas como pano de fundo para demonstrar o que consegue fazer com uma base sólida e sua facilidade em domar batidas house imensas, com até um quê de trance, repletas de drops após drops que certamente vão fazer sua cabeça dar algumas voltas. Apesar de achar sua duração original cansativa (sete minutos), fiz um edição na faixa para transformá-la em uma versão mais acessível e amigável (com 5 minutos), perfeita tanto para os clubes quanto para ouvir em casa.

Coldplay – Paradise (Fedde Le Grand Remix)

.

St. Lucia – The Old House Is Gone (The Knocks Remix)

O St. Lucia passou de um ato apenas “legal” para nossa mais nova aposta para 2012 graças ao seu novo single “We Got It Wrong”, mas o primeiro do cara, “The Old House Is Gone”, também é uma energética canção com sintetizadores malucos e batidas africanas que merece ser ouvido. Mas quem está no comando dessa aqui são os próprios chefes da gravadora dos caras, os The Knocks, que deixam as suas batidas anos 80 de lado a favor de um electro mais moderno e vibrante, assim como o novo single deles, “Brightside”. Um adorável remix para o final de semana e uma versão bem diferente para uma música que pode ter passado batido para muitos.

St. Lucia – The Old House Is Gone (The Knocks Remix)

.

Britney Spears – If U Seek Amy (U-Tern Remix)

Que surpresa adorável… mas talvez nem para todos na verdade. Digo isso porque apesar desse remix ser 2009, ele soa inédito aos meus ouvidos, graças à sua inclusão no novo CD de remixes da Britney. E se assim como eu você não conhecia esse aqui, prepare-se para ouvir um dos remixes mais originais que a cantora já recebeu.

O que o U-Tern fez para a Britney foi simples: pegou “If You Seek Amy”, sua infame música com aquelas batidas pop do Max Martin, e injetou uma bela dose de conteúdo nela, com batidas anos 80 que soam como obra do Penguin Prison. O resultado é um remix delicioso que começa já com um solo de sintetizadores, se desenvolvendo junto a um ritmo groovy a base de pianos, baixos grudentos, maracas e até violinos de baile de formatura dos anos 70 – só pra completar o tom disco e completamente diferente deste aqui. Imperdível para quem quer ouvir a voz de Britney sobre uma produção ainda inexplorada por ela.

Britney Spears – If U Seek Amy (U-Tern Remix)

.

Tyson – After You’re Gone (The Magician Remix)

E por falar em anos 80, nada melhor do que o artista que está trazendo de forma melhor a década para o presente, Tyson. Seu novo single “After You’re Gone” é sua melhor música até então, que acaba de ganhar um remix pelo querido The Magician. Com um começo parecido com a original, a versão ganha batidas mais fortes que mesclam bem o clima nostálgico com o toque moderno, acrescentando ainda novas linhas de piano à mistura. Mas é em seu break, quando a música apaga totalmente, que ela mais brilha. A música se desconstrói até um piano emergir e levantar seu ritmo sozinho, sem produção nenhuma e de forma acústica, só com os vocais de Tyson e seu refrão, culminando em um explosivo final onde os sintetizadores tomam a vez de novo.

Tyson – After You’re Gone (The Magician Remix)

.

Gotye – Somebody That I Used To Know (Dan Aux Remix)

Demorei pra postar um remix pro Gotye mas bem, nenhum que me agradasse tinha surgido até então. Eis que o Dan Aux e o primeiro remix oficial de “Somebody That I Used To Know”, entretanto, explodiram de vez com todas as minhas expectativas, fazendo dessa versão ser mais tocada do que a própria original em meu acervo pessoal. O clima é tenso do começo ao fim, mas apesar da atmosfera pesada, ainda é repleto de batidas groovy que não são nada mais que da própria original – só que recortadas e coladas como samples, só para aumentar o BPM. Adicionados foram palminhas e uma batida galopante, além de novas manipulações nos vocais do Gotye e da Kimbra, que prolongam a música mas mantém sua estutura intacta do começo ao fim. Esse é o remix que você não deve deixar de baixar essa semana.

Gotye – Somebody That I Used To Know (Dan Aux Remix)

.

Lana Del Rey – Video Games (Joy Orbison Remix)

O eletrônico experimental do Joy Orbison não é pra qualquer um, e apesar da sua polaridade ser trazida aqui pra esse remix da Lana Del Rey e sua espetacular “Video Games”, certamente estamos do lado dos envolvidos. A versão começa com pianos até mesmo fora do ritmo, mas que logo se juntam e compõe uma perfeita hipnose sonora, nos deixando em estado de transe, só pra cair em um ligeiro drop no final do primeiro dos seus três atos, onde muda de ritmo totalmente graças a sintetizadores desesperados. O final ainda guarda uma bela surpresa, lembrando vagamente as faixas mais intensas do LCD Soundsystem, sendo necessário sua audição completa (e até repetidas vezes) para ser compreendido por completo. Sem dúvidas o remix mais criativo e sensacional da faixa até então.

Lana Del Rey – Video Games (Joy Orbison Remix)

.

[PACOTE COMPLETO] ♫ Friday Mixes #32 (D/L: Botão direito, Salvar como…)


Fatal error: Uncaught Exception: 12: REST API is deprecated for versions v2.1 and higher (12) thrown in /home/volia174/public_html/ohmyrock.net/wp-content/plugins/seo-facebook-comments/facebook/base_facebook.php on line 1273