Gigamesh – When You’re Dancing (Feat. Induce)

Luis Felipe —  05/10/2011 — 2 Comments

Quem é visitante frequente da nossa seção de remixes deve conhecer bem o trabalho do Gigamesh. Seus remixes para o Foster The People, Animal Collective e Radiohead são simplesmente maravilhosos, e como todo bom produtor ou DJ que se preze, nada mais justo do que arriscar em uma carreira solo. Mas aí que nós nos enganamos. Ele era um artista original desde o começo. Desde que ouvimos o preview do primeiríssimo EP original do cara ficamos de queixo caído esperando com ansiedade para ouví-lo por completo. Foi como se tudo não se tratasse de um experimento, uma amostra do que estava por vir. Gigamesh brilha ainda mais em suas faixas próprias, e prova que além de uma boa produção sabe escrever um bom refrão… ou quatro.

O nome do primeiro single, que foi lançado ontem, é “When You’re Dancing”. A introdução, com pianos e uma linha de baixo, vai crescendo com a ajuda de sintizadores e vocais em vocoders, que finalmente, após seu minuto inicial, culmina na música propriamente dita, cantada pelo Induce. A vibe segue a linha mais tendência do ano – puro disco-music que espelha sem vergonha os anos 70, mas como nenhum desses lançamentos do ano, a música soa instantâneamente moderna. Quando você acha que vai chegar no refrão, a produção pára e mira o foco para Induce e uma linha de baixo, que aí sim nos levam ao refrão a base de trompetes e gritos de “yeah yeah yeah!”. É o típico som que o Penguin Prison, o Boss In Drama e o Louis La Roche matariam para ter em seus discos, e ao invés de querer ser rápida com apenas três minutos, a música se extende por seis, variando a produção no segundo verso, e conquistando, sem muitos esforços, exatamente o que o título diz.

Para completar o lançamento, o single da música ainda traz dois gloriosos remixes. O do Cassian, meu favorito, apesar de não se distanciar muito da original diminui os trompetes no refrão e adiciona ainda mais sintetizadores. O do RAC é um pouco mais diferente, e se você apostou naquele clima tranquilo característico de suas produções errou feio. O remix é também mais agitado que a original, com batuques, palminhas e até sintetizadores sci-fi que viram trance no refrão, e apesar de ser muito bom, perde por pouco para o do Cassian. É basicamente questão de gosto – e não é proibido escolher seu favorito.

O EP completo, auto-intitulado, sai dia 18 de Outubro, e um outro EP de remixes chega logo a seguir, com DJs básicos como The Magicia, RAC, Moullinex, Fare Soldi, Alexander Holland, Cyclist e “possivelmente mais”. Para um gostinho extra, sugiro que visitem nossas páginas semana que vem. Ouçam também o preview do EP original e fiquem ansiosos.


Fatal error: Uncaught Exception: 12: REST API is deprecated for versions v2.1 and higher (12) thrown in /home/volia174/public_html/ohmyrock.net/wp-content/plugins/seo-facebook-comments/facebook/base_facebook.php on line 1273