Clock Opera – Ways To Forget

Luis Felipe —  17/04/2012 — 2 Comments

Quarenta minutos do seu dia será o necessário para convencê-lo de que o Clock Opera só cumpriu com o que prometeu. Lançado no próximo dia 24 de Abril, o Ways To Forget, tão esperado debut do quinteto, consegue ser acessível ao mesmo tempo que artístico, e deve surpreender até mesmo quem já ouviu todos os singles e remixes lançados pela banda até então. O álbum segue a linha dos singles iniciais já lançados, trazendo os sintetizadores de “Once And For All”, a intensidade-rocker de “Lesson N.7” e a emoção de “Belongings” para criar uma obra de 10 faixas que merece ser ouvida do início ao fim.

E se acha que já ouviu o melhor da banda, conheça agora “The Last Buoys”. Com um produção orgânica mas não menos mágica, a canção deixa de lado os sintetizadores e as guitarras a favor de gentis pianos que já te ganham logo de cara, só impulsionados em seguida por um baixo pulsante e um refrão completamente sublime, tão grande capaz de criar um buraco no espaço. Os vocais de Guy Connelly atingem novos patamares nessa aqui, que contam a história fantasiosa de uma viagem sem rumo e criam um belíssimo número pop que, se ouvido pelo Chris Martin, certamente o causará um bloqueio-criativo para o novo do Coldplay.

Clock Opera – The Last Buoys

E para contrastar com a beleza na simplicidade de “The Last Buoys”, está “A Piece of String”, um frenético número dançante que acaba de ganhar uma boa repaginada para o disco. A batida mais parece com um número de R&B funky do Jai Paul ou até com uma espécie de “sambinha-eletrônico”, tudo isso graças a samples eletrônicos que aqui são processados e recortados numa frequência absurda, causando um efeito sonoro semelhante a uma sinfonia de synths que te farão se mexer imediatamente. Apesar da sua estrutura fora do normal, a canção vai ganhando momentum até a “sinfonia-eletrônica” ficar cada vez mais furiosa e culminar em um intenso refrão, que acaba abruptamente com a música.

Clock Opera – A Piece of String

Se acompanhou nossos posts, então já ouviu mais da metade do Ways To Forget, primeiro disco do projeto de Guy Connelly. Se gostou do que ouviu, as chances são alta de que irá gostar das outras três músicas restantes do disco. O Ways To Forget sai no dia 24 de Abril pelo selo Moshi Moshi Records, mas pode ser ouvido logo abaixo, cortesia do Hype Machine. Se perdeu, confira os singles “Man Made”, “Lesson N. 7”, “Belongings” e “Once & For All”, todos extraídos do disco.

.

Clock Opera – Ways To Forget


Fatal error: Uncaught Exception: 12: REST API is deprecated for versions v2.1 and higher (12) thrown in /home/volia174/public_html/ohmyrock.net/wp-content/plugins/seo-facebook-comments/facebook/base_facebook.php on line 1273