Archives For January 2013

394926_10151346625397708_2145502971_n

Ano passado a nova-iorquina Alison Valentine nos conquistou com seu pop sedutor que trazia influências de nomes como Prince e Janet Jackson, graças a elementos como vocais sussurrados e batidas R&B eletrônicas. Até então o única single de Alison, “Peanut Butter” foi lançado em agosto pelo selo Heavy Roc, que agora passa a bola para o The Pop Manifesto dar sequência ao novo single da garota.

Pegando embalo na atual estação dos países do norte, “Warm Winter’s Day” aproveita das batidas calorosas de Alison para criar uma canção que não poderia ter outro título. Da mesma forma que o single anterior, o estilo vocal da cantora traz fortes inspirações nas vozes icônicas do R&B dos anos 90, desta vez soando praticamente como uma canção perdida da Mariah Carey gravada com uma produção mais eletrônica e com vocais mais contidos, o que se encaixa perfeitamente com a proposta da música.

Alison Valentine – Warm Winter’s Day

O single de “Warm Winter’s Day” será lançado no dia 5 de fevereiro pelo selo The Pop Manifesto. Se perdeu, confira também o single anterior, “Peanut Butter”.

.

Foi lançado hoje o clipe oficial para “Explosions”, novo single da britânica Ellie Goulding retirado do seu último álbum, Halcyon. O clipe foi lançado sem aviso prévio, se aproveitando do sucesso da música nas paradas européias para manter o buzz da música, e também para divulgá-la como single. Assim como em “Your Song“, o clipe não possui nenhuma super produção, sendo feito apenas de imagens da cantora, dessa vez durante a sua atual turnê. Confira também os singles anteriores, “Anything Could Happen” e “Figure 8”.

tumblr_m6n9nhkac51rojjcdo1_1280

Os misteriosos do K.I.D.S. se apresentaram em 2012 com o synth pop experimental de “Ragged Old Angels”, logo indo de Ladytron à Little Boots em sua segunda demostração, “All My Evil”, lançada no mesmo mês que a primeira música. Apesar de não estarem finalizadas, as músicas traçavam uma promissora trajetória ao grupo, que revelou sua identidade neste mês como sendo Rosanna (de Estocolmo) e Charles (de Londres), que já estão trabalhando em um disco de estreia há mais de um ano e estão prestes a lançá-lo.

Junto com as notícias, a banda liberou uma nova versão (ainda “em progresso”) de “All My Evil”, e a nova demo “Black Star”, que mais uma vez troca de referências ao passear pelo território sombrio do pop agressivo da Rihanna em seu Rated R. Com pianos e efeitos que remetem uma canção de ninar, a canção começa quase como uma versão mais electro de “Russian Roulette”, só para se desenvolver em instantes para algo bem diferente e muito maior, sem desrespeitar as regras do pop. A produção eletrônica logo ganha o reforço de guitarras, violinos e batidas presentes no segundo verso, que nos impressiona e nos faz questionar o que mais poderia ser melhorado em uma versão finalizada.

K.I.D.S. – Black Star

Se você perdeu nossas outras postagens do K.I.D.S., recomendo ouça os sigles “Ragged Old Angels” e “All My Evil”, e espere conosco por mais notícias do duo.

.

As batidas ensolaradas do Theme Park podem estar em rotação há muito tempo para os leitores do blog, mas é só agora, em fevereiro, que o trio britânico irá lançar seu álbum de estreia, auto-intintulado. Produzido por Colonel Blimp e contendo alguns dos maiores hits da banda como “Milk”, “Jamaica” e “Two Hours”, os rapazem trazem agora o clipe para seu mais novo single, “Tonight”. A canção, que conta com produção do Ed Macfarlane, vocalista do Friendly Fires, faz jus à sua vibe oitentista graças à estética retrô do clipe, formado por cenas da banda tocando com direito a roupas vintages, bolinhas de sabão e um filtro à-la Instagram.

Theme Park, o disco, será lançado no dia 25 de fevereiro pelo selo Transgressive.

Chloe-Howl-02-MID

Em 2012 nos encantamos com a londrina Chlöe Howl, de apenas 17 anos, que com apenas um único single conseguiu um contrato com a Columbia UK, a mesma gravadora de artistas consagrados como Calvin Harris, Madeon e Passion Pit. A música, “No Strings”, é um pop de letra esperta nos melhores moldes da Lily Allen e Kate Nash, que mostra todo o rancor da garota por relacionamentos curtos e sem apegos. A produção à-la Foster The People aliada à maturidade de Chlöe consagrou a garota como a nova queridinha dos blogs, que retorna agora com um novo single, “Rumour”, que está se espalhando na mesma velocidade.

Desta vez sem soar derivativo, a produção electro-pop de “Rumour” se distancia de todos os artistas citados no post, sendo repleta de sintetizadores cintilantes e uma bateira acelerada, que explode junto ao refrão. Assim como no single anterior, Howl se mostra uma excelente compositora ao abordar temas juvenis com uma postura adulta, passando por tópicos como alcoolismo, gravidez, homossexualidade e todo o drama de se viver em uma família conservadora. Apesar dos versos em terceira pessoa, a composição se torna automaticamente sua mais pessoal quando revela, no refrão, que está falando sobre si mesma, tornando a divertida canção em algo muito mais melancólico.

Chlöe Howl – Rumour

.

O Pacific Air dispensa apresentações em nosso blog, mas se você perdeu algum dos inúmeros posts que fizemos sobre os californianos em 2012, aqui vai está uma ótima oportunidade para conhecê-los. O duo, que antigamente era conhecido como KO KO, tem em “Float” uma das maiores apostas da Universal para 2013, que acaba de receber um clipe após alguns meses do lançamento do EP Long Live KO KO. Com cenas tranquilas, que mesclam tomadas da dupla junto a um elenco de modelos sensualmente mórbidas, as paisagens tropicais aliadas ao efeito caleidoscópico do vídeo contribuem para adicionar todo o efeito de “leveza” proporcionado pela música, justificando mais uma vez seu título.

“Float” é integrante do EP Long Live KO KO, que já está disponível para compra. Se perdeu, ouça também as canções “Roses” e “So Strange”.

Night-Engine-Square_640

Apesar de novos, os rapazes do Night Engine, quarteto de Manchester formado há menos de um ano, fazem um som que mistura ao mesmo tempo influências de bandas clássicas e modernas. Declaradamente uma banda de guitarras, o grupo tem apenas três canções até então, mas seu primeiro single, “I’ll Make It Worth Your While”, é aquele tipo de música pra animar qualquer festa, além de ditar um futuro promissor aos garotos.

Misturando influências do David Bowie em “Let’s Dance” com as guitarras e os vocais em coro do primeiro disco do Franz Ferdinand, o single é uma junção de todos os elementos que podem compor um indie-rock dançante, desde o refrão atirado, cantado aos gritos pela banda, até os riffs de teclado e os vocais embriagados que predominam os versos. A produção vintage, mas inegavelmente moderna, não mede esforços para te fazer mexer, contando ainda com guitarras funkies e uma linha de baixo energética, como visto nas melhores canções do rock inglês do começo da década passada.

Night Engine – I’ll Make It Worth Your While

Confira mais lançamentos do Night Engine em seu Soundcloud, e aguarde conosco por mais novidades.