Archives For February 2013

Elliphant

O projeto da sueca Ellinor Olovsdotter, mais conhecido como Elliphant, é um daqueles que torço pra dar certo, mesmo que seus lançamentos têm sido um tanto duvidosos até então. Os singles mais recentes, entretanto, estão me fazendo mudar de opinião, com os vídeos de “Down On Life” e mais recentemente “Live Till I Die” figurando entre alguns dos mais legais do ano. Continuando a série de acertos, acaba de cair na rede mais uma boa amostra do Elliphant, sob o nome “Where Is My Mama At”, lançado a princípio somente na Suécia.

Continuando a produção dancehall dos singles anteriores, a nova música se destaca das demais por apresentar uma sonoridade um tanto mais “roqueira” e agressiva, que pode ser observada tanto na produção quanto em sua letra, principalmente no refrão, onde revela não estar procurando sua mãe com a melhor das intenções. A produção dancehall ganha um pouco mais de energia ao ser misturada com leves batidas drum & bass, que parecem sair de um disco perdido do Basement Jaxx, e pavimentam a produção para que os vocais de Ellinor brilhem com seu carregado sotaque jamaicano, adicionando aquele charme característico de suas outras produções.

Elliphant – Where Is My Mama At

chvrches2

Os escoceses do CHVRCHES pareciam dominar a “fórmula do pop” desde seu primeiro single, “Lies”, mas a cada novo lançamento o trio vem nos dando a certeza da suposição. Apesar das poucas amostras até então, que também se resumem à “The Mother We Share” e mais recentemente ao novo single, “Recover”, é justamente com o nome deste último que Lauren Mayberry, Ian Cook e Martin Doherty apresentam seu primeiro EP, que sai apenas no dia 26 de março mas teve mais uma música divulgada, “Now Is Not The Time”.

Mantendo nas alturas o nível de qualidade das canções anteriores, “Now Is Not The Time” chega com doces batidas electro-pop que acompanham os vocais aconchegantes de Lauren, que crescem a medida que sintetizadores à-la Depeche Mode entram em cena. E como segue a fórmula de sucesso da banda, a maior surpresa da música fica por conta do refrão, que a princípio não soa tão legal assim até você perceber que o verdadeiro refrão ainda não tinha aparecido, revelando pela primeira vez os vocais masculinos do trio enquanto Lauren fica por conta de belas (e grudentas) harmonias vocais, destacando a produção dos seus demais lançamentos.

CHVRCHES – Now Is Not The Time

A canção faz parte do EP Recover, que sai no dia 26 de março.

46aluna

2013 tá sendo um ano e tanto para o AlunaGeorge, que, como prevíamos desde 2011, está sendo cotado como uma das novas bandas mais promissoras deste ano. Depois do fantástico single de “Your Drums, Your Love”, de 2012, a dupla vem liberando aos poucos diversos gostinhos do seu primeiro álbum, Body Music, que vão desde rendições acústicas da canção título ao lançamento de algumas demos, como no caso de “Diver”. Não é de nada mal também que uma colaboração da dupla com o Disclosure, em “White Noise”, vem dilacerando as paradas britânicas, espalhando seu nome para cada vez mais ouvintes.

Entretanto, é com o anúncio do lançamento do disco para o dia 1º de julho que Aluna Francis e George Reid anunciaram finalmente o próximo single do trabalho, “Attracting Flies”. Assim como suas canções anteriores, o novo single é mais um sucesso principalmente graças ao enorme talento dos dois nomes por trás do projeto, seja pelas batidas R&B futuristícas de George, que aqui estão em sua forma mais dançante até então, ou pelos vocais deliciosos de Aluna, que soam elegantes até quando pouco educados, como nos trocadilhos do refrão. Com batidas mais encorpadas que as vistas no EP You Know You Like It mas obviamente menos agitadas que a colaboração com o Disclosure, “Attracting Flies” abusa de synths metálicos e um viciante riff que parece de flautas – mas que provavelmente é só mais um dos sintetizadores de George.

AlunaGeorge – Attracting Flies

O esperado disco de estreia do AlunaGeorge, Body Music, sai no dia 1º de julho.

.
Foi lançado hoje o clipe de “Dance With Me”, música do Ra Ra Riot para o álbum Beta Love, lançado recentemente pela Barsuk Records. Agora com sua produção a base de sintetizadores e com um ritmo dançante e contagiante, o clipe mostra a banda fugindo de homens-esqueleto pela cidade e mescla stop motion com um clima psicodélico e cheio de cores fortes. Confira também “Beta Love” e “When I Dream”, que também são faixas do terceiro álbum da banda.

little-boots-650-430

O ciclo de nascimento do Nocturnes, o recém-anunciado (mas extremamente antecipado) segundo disco da britânica Little Boots, foi duas vezes mais longo que o nascimento de uma criança. Se extendendo por quase dois anos, Little Boots lançou sem muita pressa os singles “Every Night I Say A Prayer”, “Headphones” e “Shake”, além do cover de “Smalltown Boy” e de um pequeno EP de duas faixas, sob o pseudônimo “LB”. Entretanto, parece que as tarefas em torno do disco estão finalmente encerradas, visto que seu lançamento já está agendado para maio, e conta com produções de Tim Goldsworthy (da DFA), James Ford (do Simian Mobile Disco) e do Andy Butler (do Hercules and the Love Affair).

Pelos nomes envolvidos e os singles já liberados, pode-se esperar uma sonoridade mais adulta, menos caseira e totalmente imergida em modernas produções house. E para saciar os fãs, Little Boots está distribuindo de forma gratuita seu novo single, “Motorways”, faixa encarregada de abrir o disco e que já sendo tocada na maioria dos seus shows, inclusive aqui no Brasil. Ditando o tom “noturno” do álbum com maestria, a canção começa com uma produção atmosférica que vai ganhando a força de pianos e sintetizadores no meio do caminho, culminando em um número hipnotizante e dotado de um refrão infalível, que certamente figura entre melhores que a britânica já fez.

Little Boots – Motorway

Você pode baixar a música gratuitamente por aqui em troca de um email. O segundo disco da Little Boots, Nocturnes, chega no dia 6 de maio. Com oito canções inéditas (e a maioria acima de cinco minutos), considere-nos empolgados com o lançamento do disco.


.

Depois do lançamento que passou despercebido pela maioria, de Lightning, o último disco do Matt & Kim, e de fazerem um dos vídeos mais grandiosos do viral “Harlem Shake”, o duo lançou hoje o clipe do seu novo single, “It’s Alright”. Como todas as músicas da banda, aqui não se perde o clima alegre e repleto de instrumentos encontrado em suas outras produções, que acompanha Matt e Kim fazendo uma espécie de nado sincronizado na cama durante o sono, com várias coreografias, por vezes até sexuais. Com uma produção simples e divertida, o vídeo tem cara de viral e pode ajudar a promover o trabalho da banda, que foi lançado ano passado.

.

Na última semana, as queridinhas irmãs do HAIM passaram em nossas páginas com o seu single mais grudento até então, “Falling”, o primeiro das garotas após serem prestigiadas pelo famoso prêmio da BBC, The Sound of 2013, que “revela” os novos talentos da música. Após liberarem um making-of do clipe, o video acaba de ser divulgado na íntegra, e conta com um filtro à-la Instagram que captura a vida selvagem das garotas em uma espécie de ilha de Lost. Dancinhas espontâneas, coreografias e um figurino hipster, como de praxe, também estão presentes no vídeo, que chega para consagrar as irmãs como uma das apostas mais certeiras para este ano.