Friday Mixes – Vol. #55

Luis Felipe —  01/03/2013 — 11 Comentários

Untitled

Foram quase dois meses sem Friday Mixes, e confesso, como senti falta desse post! A sexta-feira é o dia mais aguardado da semana pela maioria das pessoas (normais), e o que tentamos fazer nessas mixtapes é justamente transmitir a euforia que só uma sexta-feira consegue causar. Acima de uma postagem no blog, o Friday Mixes sempre representou o pontapé inicial do nosso final de semana, e pela quantidade de mensagens e emails que recebemos desde a última edição (chegou até um email da Bélgica, acreditem), fico feliz em saber que o sentimento não é exclusivamente nosso.

Hoje, portanto, é a volta do Friday Mixes, que aliás chega em grande estilo em sua 55ª edição. Por um retorno triunfal (e devido ao longo tempo desde a última postagem), resolvemos chutar o balde e fazer DOIS Friday Mixes em um, afim de agradar gregos e troianos e multiplicar por dois aquela euforia semanal dos nossos posts. O lado A, mais elegante, chega com remixes new-disco, house, pra você suar sem perder a classe. Já o lado B, pra quem prefere algo mais frenético, traz oito remixes electro-pop pra você se esbaldar e curtir um final de semana insano, tão exagerado quanto o post de hoje. Escolha sua mixtape favorita (ou curta as duas) e nos conte qual a sua preferida, isso vai ser fundamental para definir o estilo das próximas edições. No mais, um bom final de semana a todos, e até a próxima semana!

OBS.: Remixes individuais após o jump, clicando na foto acima ou AQUI.

MIXTAPE: Friday Mixes 55 #REMIXED – LADO A

.

MIXTAPE: Friday Mixes 55 #REMIXED - LADO B

LADO A

.

Two Door Cinema Club – Sun (Viceroy Remix)

TDCC1-590x590Como que uma música do Two Door Cinema Club chamada “Sun” ainda não havia ganhado um remix pelo Viceroy, o produtor americano capaz de transformar qualquer música em uma festa tropical? Se era era a sua dúvida, o problema foi resolvido nessa semana, quando o remix do produtor foi divulgado como uma das faixas principais do EP de remixes de “Sun”. Adicionando seus sintetizadores ensolorados e batidas mais dançantes e aceleradas que a versão original, a versão do Viceroy é exatamente o que esperar de um remix do produtor: alegre, alto-astral e com clima de festa à beira da piscina.

Two Door Cinema Club – Sun (Viceroy Remix)

.

Hot Chip – Night & Day (Bufi Feat. Vernous Remix)

artworks-000030064082-qiruqy-originalEis aqui uma das maiores supresas deste Friday Mixes. Que “Night & Day” é uma das nossas canções favoritas do Hot Chip (e de 2013) isso já está bem claro, mas o que o Bufi fez com a música transcende o conceito de “remix”. Na verdade, a produção é completamente refeita aqui, ganhando sintetizadores mais elegantes e efeitos mais diversificados que a produção original, sendo por si só motivo de alarde em torno do remix. Mas a supresa, entretato, é a ausência dos vocais originais a favor dos deliciosos vocais da novata Vernous, que domina a canção pela cabeça e te deixa com a dúvida de qual versão é a superior. Brilhante, original e muito, muito bem feito, são por remixes como este que fazemos essa seção.

Hot Chip – Night and Day (Bufi Feat. Vernous Remix)

.

MNDR – Feed Me Diamonds (Robotaki Remix)

296532

Uma das regras do nosso Friday Mixes é nunca repetir música ou artista, mas abrimos uma excessão para o excelente Robotaki, que aparece com dois remixes tão legais hoje que seria pecado deixar algum de fora. Nesta versão para “Feed Me Diamonds”, da MNDR, o produtor refaz a música do zero mantendo praticamente só os vocais de Amanda no lugar, culminando em uma versão criativa e que explode a produção original em pedaços. Com encantador riff de sintetizadores, novos instrumentos e batidas mais dançantes, o Robotaki deixa “Feed Me Diamonds” do jeito que ela deveria ter sido desde o começo.

MNDR – Feed Me Diamonds (Robotaki Remix)

.

Lana Del Rey – Summertime Sadness (Yam Who, Leo Zero & Robert Owens Remix)

ba529a3d7ef182b99172705d1fa58366Confesso que, apesar de ser um incansável admirador da Lana Del Rey, as músicas do Born To Die já deram o que tinha que dar. Até que surge esse remix, de “Summertime Sadness”, pra me fazer perceber que elas ainda podem render mais um pouco. Com uma produção de classe, com um baixo meloso, leves batidas house, violinos, pianos e praticamente zero de instrumentos da original, o Leo Zero retorna para o seu segundo remix da música mas dessa vez traz consigo o Yam Who e o Robert Owens a bordo, que transformam o destaque de Lana em uma canção elegante a atemporal, que parece ter saído por meados da década de 70.

Lana Del Rey – Summertime Sadness (Yam Who, Leo Zero & Robert Owens Remix)

.

HAIM – Send Me Down (Dan Lissvik Remix)

tumblr_mhgr4u7MFs1s4vka6o1_1359591009_coverRemixes do Haim são escassos, mas é legal ver que este é o segundo do Dan Lissvik para as garotas, fato suficiente para demonstrar a preferência das irmãs pelo produtor sueco. Adicionando mais elementos eletrônicos e mantendo a estrutura intacta, Lissvik retira um pouco da pretensão da versão original de “Send Me Down” a favor de batidas electro-pop brincalhonas que te terão dançando em poucos segundos, que munidas do refrão ameaçador composto pelas irmãs também, fazem do remix um daqueles que não vai sair da sua cabeça tão cedo.

HAIM – Send Me Down (Dan Lissvik Remix)

.

Charli XCX – You (Ha Ha Ha) (Goldroom Remix)

825646474776.1200x1200-75Se os remixes do Viceroy são aqueles que te fazem querer participar de uma festa na praia, os remixes do Goldroom são aqueles que te fazer querer relaxar a beira do bar, com uma bebida em mãos e o som das ondas complementando a música. Em sua versão para “You (Ha Ha Ha)”, da Charli XCX, Goldroom mantém a estrutura da original e remove qualquer resquício do sample do Gold Panda original, mudando drasticamente o refrão para acompanhar melhor suas batidas relaxadas mas ainda assim dançantes.

Charli XCX – You (Ha Ha Ha) (Goldroom Remix)

.

Viceroy – Dream Of Bombay (Bit Funk Remix)

Screen-Shot-2013-01-21-at-20.45.12Só para completar a dose extra de tropical-disco que tivemos no post de hoje, eis aqui a versão do Bit Funk para o delicioso novo single do Viceroy, “Dream Of Bombay”, que conta com os vocais da Chela. Nesta versão, a música ganha batidas electro que transportam o clima “pôr do sol” da original para algo mais próximo das pistas, com ligeiros drops e novos sintetizadores que não medirão esforços para te fazer dançar. A canção faz parte de um pacote de remixes excelentes, com mais outros três remixes de qualidade que dificultaram nossa escolha por este, então recomendo que chequem as demais versões da faixa.

Viceroy – Dream Of Bombay (Bit Funk Remix)

.

Blondfire – Where The Kids Are (Funk LeBlanc Remix)

tumblr_mc3d1cigOP1qary2fo1_1350568155_cover“Funk” (só pra lembrar, o dos anos 70) é exatamente o que o Funk LeBlanc traz em sua versão para o inesperado hit indie do Blondfire, “Where The Kids Are”, uma daqueles músicas de refrão tão adorável que é possível sair cantando logo de primeira. Para fazer just ao seu nome, LeBlanc adiciona uma linha de baixo deliciosa, violinos vintages, pianos e qualquer instrumento que adicione charme em sua produção, culminando em um delicioso remix que pode ser ouvido em qualquer hora do dia e em qualquer humor que estiver. ………………………. ………………

Blondfire – Where The Kids Are (Funk LeBlanc Remix)

.

LADO B

.

Phoenix – 1901 (Robotaki Remix)

phoenix438497A gente sabe que, se for pra ter algum remix do Phoenix hoje, provavelmente o que você está esperando é algum remix do novo single, correto? Pois peço para deixarem o preconceito de lado e mergulharem nesta brilhante versão da clássica “1901″ pelo Robotaki, que só foi lançar agora este remix. Com batidas diversificadas, que aumentam e diminuem de ritmo em várias partes da música, eis aqui uma versão inesperada de uma música que você provavelmente já está cansado de ouvir, mas que ainda é capaz de te surpreender quando aliada à boas produções como as realizadas pelo Robotaki, que me fizeram cair de amores por “1901″ como em 2009.

Phoenix – 1901 (Robotaki Remix)

.

Marina & The Diamonds – How To Be A Heartbreaker (Kat Krazy Remix)

8083918995_ff347c7a3d_zQuem é fã da Marina & The Diamonds provavelmente já sabe de cor os mandamentos do “heartbreaker” como ela canta no seu inesperado novo single, “How To Be A Heartbreaker”, canção que chegou para tirar o Electra Heart do limbo e direcioná-lo ao mercado norte-americano. A original já é uma delícia-pop por si só, mas nas mãos do Kat Krazy, que transforma basicamente qualquer canção pop em um monstro das pistas, a produção ganha um toque extra de euforia graças as suas batidas electro e seus sintetizadores pulsantes, que, mesmo que muito utilizados pelo produtor em praticamente todos os seus remixes, se mostram ainda eficazes quando o objetivo é fazer dançar.

Marina & The Diamonds – How To Be A Heartbreaker (Kat Krazy Remix)

.

Electric Guest – The Bait (The Shoes Remix)

Electric-Guest-The-BaitO Electric Guest e seu disco de estreia, Mondo, dominou nossas páginas em 2012, mas surpreendentemente não apareceu com nenhum remix até agora. Sem muitas dificuldades, o The Shoes fez uma brilhante revisão de “The Bait”, novo single dos californianos, retirando a produção retrô da versão original e adicionando batidas modernas, sintetizadores e um clima completamente dançante, que mantém a estrutura da versão original intacta facilitando até mesmo para quem não conhece a música. Brilhante e bem feito, agora ficamos na espere de mais remixes da banda, cujas músicas podem render muito mais do que apenas um único remix.

Electric Guest – The Bait (The Shoes Remix)

.

Rihanna – Stay (Erol Sabadosh Remix)

rihanna-stay-remix-2013Chame de milagre, mas sim, o excelente Erol Sabadosh conseguiu transformar “Stay”, o novo single da Rihanna em parceria com o Mikky Ekko, em uma brilhante versão voltada para as pistas (e o mais importante: sem soar como aquelas baladas bate-cabelo que você enjoa no primeiro play). Adicionando uma batida house de fundo e um incrível riff de sintetizadores no refrão que parece sair das páginas do Miike Snow, a versão é uma surpreendente releitura da original que mantém sua estrutura e refrão intactos, ao mesmo tempo que leva sua produção para um campo muito difícil de ser visualizado, mas que nas mãos de Erol soam completamente naturais.

Rihanna – Stay (Erol Sabadosh Remix)

.

Ellie Goulding – Anything Could Happen (Betablock3r Remix)

ellie-goulding-anything-could-happenAno passado tivemos muitos bons remixes de “Anything Could Happen”, da Ellie Goulding, mas nenhuma deles explorou o potencial da canção para remixes quanto a versão do Betablock3r, que reimagina a canção de Ellie da cabeça aos pés. Além das batidas electro que mudam constantemente de ritmo e da produção inusitada, que te surpreende a cada instante, a coisa mais legal do remix é o fato dele usar o sample do refrão e criar uma nova versão, que soa completamente diferente do refrão original.  Surpreendente para fãs da versão de Ellie e extremamente divertido para quem ainda não conhece a música, esperamos agora ouvir mais produções do novato Betablock3r.

Ellie Goulding – Anything Could Happen (Betablock3r Remix)

.

The Knocks – The Feeling (Dave Edwards Remix)

the-knocks-the-feeelingEnquanto esperamos ansiosamente os nova-iorquinos do The Knocks lançarem um novo single (que sai semana que vem) vamos curtindo no caminho mais um remix para o último single dos rapazes, a energética “The Feeling”. Nesse remix de última hora, pelo Dave Edwards, foram adicionadas batidas frenéticas e uma linha de sintetizadores massiva, que complementa o dançante refrão e convoca todo mundo para a pista mais próxima.…………….. ……………….. …………………………………. ……………….. ………………………………

The Knocks – The Feeling (Dave Edwards Remix)

.

Capital Cities – Safe And Sound (Cash Cash Remix)

capital-cityO Capital Cities já é nome certo em nossas páginas desde 2011, quando lançaram este mesmo single, “Safe & Sound”, com trompetes e batidas electro misturados em um número explosivo para as pistas. De lá pra cá, os californianos lançaram um EP bem sucedido que garantiu um contrato firmado com a Columbia, que retorna ao single de estreia dos rapazes para alavancar sua promoção. E aí, portanto, que chega este remix do Cash Cash para a deliciosa música. Repleto de batidas electro, drops e uma produção um bom tanto mais eletrônica que a original, não resta dúvidas que esta é uma versão com as pistas em mente, o que é suficiente para colocá-la no replay por um bom mesmo, mesmo após dois anos do lançamento da versão original.

Capital Cities – Safe And Sound (Cash Cash Remix)

.

Foxes – Youth (Monsieur Adi Remix)

foxes-youthFaz mais de um ano que postamos a fantástica “Youth”, da britânica Foxes, aqui em nossas páginas. De lá pra cá alguns remixes surgiram, mas só agora, a medida que a cantora está mais próxima do sucesso, que ela está chamando a maior atenção dos produtores. Na versão do Monsieur Adi, a canção ganha batidas dançantes que se extendem por quase sete minutos, mas que não ficam enjoativas primeiramente devido ao brilho da composição original, que se mesclam com facilidade à nova produção, e em segundo lugar devido a um fantástico solo de percussão que aparece na metade do caminho, para apimentar as coisas e diversificar ao meio as batidas electro do remix.

Foxes – Youth (Monsieur Adi Remix)

.

[PACOTE COMPLETO] ♫ Friday Mixes #55 – LADO A (D/L: Botão direito, Salvar como…)

[PACOTE COMPLETO] ♫ Friday Mixes #55 – LADO B (D/L: Botão direito, Salvar como…)

A mixagem dessa edição foi feita pelo DJ Amplis, residente das festas Rifferama (rock dançante) e Discothèque (dance music), ambas no dDuck Club, em Belo Horizonte. Confira suas outras mixagens e siga-o no Mixcloud!

11 respostas para Friday Mixes – Vol. #55

  1. WOW! acabei de fazer um comentario pelo smartphone sobre o friday mixes e quando entro pelo pc me deparo com esse post maravilhoso. muito bom.
    Todos ótimos remixes. adorei o remix de stay da rihanna. Curti as duas partes.

  2. Como tava com saudades do Friday Mixes! Sou lado B de coração!

  3. Adorei o remix da Marina e da Foxes. Team B! -q

  4. LADO A!

  5. HarryHaller 02/03/2013 at 13:56

    Mais Lado B, por favor.

  6. Lado B, com certeza

  7. O lado A também é bom, mas curti mais o lado B! principalmente os remixes do Electric Guest, Ellie Goulding e Capital Cities!^^

  8. Por favor, não façam mais essa maldade com a gente. Dois meses sem Friday Mixes foi dificil. Mas super feliz com a volta.

  9. Muita bateção de cabelo no Lado B. Sou definitivamente mais o Lado A (que está incrível, diga-se de passagem).

  10. Sacanagem ter que escolher.
    O lado A me apetece mais, mas é sempre bom conhecer o que o lado B tem a oferecer, porque não é o que eu geralmente procuro, mas com uma, assim, curadoria boa como a que você oferece, eu sempre paro para ouvir – e acabo gostando muito.

    Só um toque: no pacotão B tá faltando o “The Feelings” do The Knocks pq foi colocado o Blondfire repetido. ;)

  11. Alguém conseguiu baixar ?

Deixe seu comentário