Arquivos para

1

Made In Heights é o duo colaborativo entre o produtor Sabzi e a vocalista Kelsey Bulkin, que atualmente residem em Los Angeles. Como apontam os singles lançados anteriormente (como a excelente “Wildflowers”), o duo faz um pop inusitado com elementos de chillwave e trap que não deixa de soar grudento e acessível. Apesar da dupla permanecer sumida por boa parte do ano passado, ela ressurge agora com uma série de novos singles que os apontam como alvos certos para 2014.

A melhor das novas canções, “Murakami”, foi definida por eles como um “trap artesanal” que se divide em duas músicas totalmente diferentes unidas em uma só. Após a introdução bizarra, a primeira metade da música aposta em um clima soturno e sensual, com uma produção minimalista e ligeiramente tropical servindo de base para vocais alterados que te fazem pensar como seria uma produção do t.A.T.u. nos dias de hoje. A surpresa, entretanto, fica por conta da segunda metade da faixa, quando a produção explode ao som de trompetes e batidas aceleradas em um número dançante e até meio agressivo, não se distanciando do trabalho da ou até da M.I.A..

Made In Heights – Murakami

tUj2cWvn1ZCQ5OXinc4Cjibr2HW_4BGop7Wym1LMRyE-620x412

Karen Marie Ørsted, mais conhecida como , apareceu pela primeira vez aqui no blog com “Maiden” e “Pilgrim”, suas primeiras músicas disponibilizadas para audição, em 2012. Com um pop grudento e fora do convencional, suas produções nunca deixaram a desejar, cativando com seu estilo que parece uma junção do que há de melhor em Purity Ring, Grimes e Oh Land.

Nos deixando ansiosos por um álbum de estréia, o novo single da cantora, “XXX 88″, chega aqui para aliviar um pouco a ansiedade. Um pop inusitado que mescla o trap ao trip-hop, a produção, assinada pelo Diplo, traz batidas marcantes que impactam desde o começo da música, que se unem a sintetizadores e uma composição impecável, que não fogem ao estilo habitual de Karen. O refrão, assim como em suas outras músicas, te prende desde a primeira vez, e a medida que canção vai se desenvolvendo, a adição de trompetes e um gran-finale mirabolante conseguem deixar as coisas ainda mais originais, nos fazendo torcer por mais parcerias da dupla.

MØ – XXX 88 (feat. Diplo)

O single de “XXX 88″ será lançado no dia 20 de Outubro. Enquanto isso confira também “Glass” e “Waste Of Time”.

url

RAC, ou André Anjos, dispensa apresentações aqui no blog; depois de marcar presença em inúmeros Friday Mixes, sempre com remixes incríveis e sofisticados, que surpreendiam por sua originalidade e produção, o músico atacou com um primeiro single original, “Hollywood“, que contava com a participação do Penguin Prison. RAC se prepara agora para o lançamento de seu primeiro EP, Don’t Talk To, que será lançado em outubro pela Interscope.

“Let Go”, o novo single do produtor, segue a mesma linha do seu single anterior, com uma produção magnífica, dotada daquele climinha de verão que nos remete automaticamente ao Viceroy e seu lema “Summertime all the time”. A produção já começa agitada, com baixos e batidas contagiantes, enquanto Kele, do Bloc Party, prepara terreno para o viciante refrão, onde os vocais de MNDR tomam conta da música, fazendo a produção explodir em seus ouvidos com seus arranjos ensolarados e dançantes.

RAC – Let Go (Feat. Kele & MNDR)

O EP Don’t Talk To será lançado no dia 1 de outubro e contará também com participações de Katie Herzig e Tokyo Police Club.

anv-640x440

Autre Ne Veut é a banda de Arthur Ashin, que se intitula como o rei dos falsetes, e faz com que todas suas produções façam jus à isso. O seu primeiro álbum, Anxiety, lançado em fevereiro desse ano, causou comoção na crítica especializada com sua mistura de R&B, pop oitentista e um caleidoscópio de experimentalismo, que soa quase como uma mistura de Rhye, Jamie Lidell, Twin Shadow e muitos entorpecentes.

“Play By Play” faz parte do Anxiety, e é a primeira impressão que se tem do álbum, com uma produção que cresce e se transforma aos poucos, dando a impressão de várias composições em uma única música, onde cada verso parece ganhar uma roupagem diferente. Com um começo a base de sintetizadores oitentistas e um coro de igreja que logo se transformam em um drop envolvente, é com a ajuda dos comentados falsetes de Arthur, ao mesmo tempo estranho e sedutor, que a canção culmina em um dos refrões mais grandiosos do ano, que tem que ser ouvido pra ser acreditado. Como se não fosse o bastante para uma canção nada menos que épica, na segunda metade um vocal gospel divide os microfones com Ashin, encerrando a canção que certamente ficará marcada em seu 2013.

Autre Ne Veut – Play By Play

A maior novidade do rapaz, entretanto, se chama “On And On”, e foi lançada numa série de singles mensais com o Adult Swim. Com uma produção mais animada que “Play by Play”, “On And On” soa como uma mistura perfeita da produção tribal e eletrônica do Robert DeLong com os falsetes de Ashin. Aqui, a produção mirabolante e repleta de reviravoltas é deixada de lado, construindo um single mais consistente e simplificado, mas sem esquecer a essência do projeto.

Autre Ne Veut – On And On

O álbum Anxiety foi lançado em Fevereiro pela Mexican Summer.

ellie-hearts-without-chains

Depois do lançamento do seu segundo álbum, Halcyon, que contou com os singles “Anything Could Happen”, “Figure 8″ e “Explosions”, Ellie Goulding anunciou o re-lançamento do disco, intitulado Halcyon Days, com mais faixas inéditas e covers de Alt-J e Midnight Star, além de uma faixa com a produção do Madeon.

“Hearts Without Chains”, uma das inéditas, funciona como uma “I Know You Care” repaginada, onde a produção começa minimalista, e aos poucos vai crescendo, com elementos eletrônicos acompanhados de um piano, que se mesclam ao tom melancólico de Ellie, que canta sobre um relacionamento conturbado. No segundo refrão, entretanto, é onde a música realmente explode, antecedido por pianos que assumem uma sonoridade eletrônica e suave, com Ellie aumentando seu tom de voz e dando mais intensidade a música. Apesar dos elementos eletrônicos, a produção se molda de forma soturna, e acaba se tornando mais uma balada romântica do que um single para as rádios.

Ellie Goulding – Hearts Without Chains

O Halcyon Days será lançado no dia 28 de Agosto pela Polydor.

M83-Midnight-City-Wolf-Saga-Cover-Free-Download

Wolf Saga é um artista canadense que começou sua carreira musical compondo músicas e tocando guitarras em bandas de indie rock, mas depois de um tempo, percebeu que sua verdadeira vocação era a música eletrônica. Apaixonado pelos anos 80, Wolf Saga (que mantém sua identidade ainda em segredo) adiciona batidas e elementos que lembram sua década favorita em todas as produções, que mesclam eletrônico, pop e indie rock, soando quase como um pupilo oitentista e dramático do Viceroy.

Definida pelo próprio artista como um “hino de verão”, o novo single do rapaz, “Our Time”, de certa forma faz jus à afirmação graças a uma produção que não mede esforços pra soar grandiosa. Repleta de sintetizadores que dão o clima tropical-futurista, a canção se inicia de forma tímida, com os vocais do rapaz passando quase despercebidos sobre um refrão aparentemente ingênuo, até que os synths do início se revelam por completo e te nocauteiam logo no primeiro soco, atingindo as proporções que você deveria esperar de um M83 do Caribe.

Wolf Saga – Our Time

tnaf-7-23-630x630

Após disponibilizarem um show para download gratuito, lançarem uma versão do primeiro disco repleta de demos, b-sides e remixes, e terem emplacado um dos maiores hinos “indie” de 2010, “Young Blood”, o The Naked And Famous finalmente está de volta com o lançamento de um segundo disco, In Rolling Waves, previsto para setembro.

Como prelúdio do novo trabalho, “Hearts Like Ours” é a nova tentativa dos australianos de conquistar aqueles que cantavam em coro o refrão de “Young Blood”. A canção é uma baladinha indie que vai crescendo aos poucos, com uma melodia esperançosa (daquelas que pedem para você acender um isqueiro no show) e um refrão que vai se revelando ao longo dos seus quatro minutos, adicionando guitarras, sintetizadores e backing-vocals grandiosos. “Hearts Like Ours” repete a mesma fórmula certeira que se vê em Passive Me, Agressive You, e pode não ser o hit pronto que “Young Blood”, mas mostra que a banda ainda é capaz de render bons frutos.

The Naked And Famous – Hearts Like Ours

O álbum In Rolling Waves será lançado no dia 16 de Setembro.

Página 1 de 8123...Última »