Archives For

Melanie Martinez é uma das mais novas apostas da Warner e se prepara para lançar o seu primeiro disco em agosto, o Cry Baby. Passeando entre a nova queridinha dos blogs e o potencial de futura popstar, Melanie criou uma personagem que, segundo a própria, reflete muito da sua personalidade. Cry Baby talvez te lembre de Electra Heart, da Marina & The Diamonds, em uma forma mais perturbada e doentia. “Sippy Cup” é uma faixa promocional para divulgar o trabalho e enquanto traz a imagem angelical da cantora, nos apresenta cenas carregadas de mistério, alcoolismo e assassinato. Pelo que parece, teremos um visual album por aí – e estamos bastante ansiosos pra isso.

10903786_796759607044388_5269183334343744526_o-620x413

Estamos apostando que você nunca ouviu os trabalhos do flor e que quando você ouvir “Warm Blood” vai correndo pesquisar mais sobre eles. A banda surgiu em Los Angeles e reúne no novo single uma melodia gostosa que não esconde as influências do R&B, vocais picotados e sintetizadores prontos para te fazer viajar. A guitarra frenética e a bateria dançante ainda ditam o tom, que apresentam um synth-pop intenso e melódico ao mesmo tempo. E se ficou com gostinho de quero mais, calma que eles prometeram um single novo por mês.

scavengerhuntblogpost1-846

A banda Scavenger Hunt apresenta o single “Wildifire”, um synthpop dos bons, com uma pegada anos 90 que vai te deixar cantarolando os versos e, principalmente, o refrão o dia todo. Formada por Dan Mufson no teclado, Jill Lamoureux nos vocais, Nick Annis na guitarra e Aaron Prather na bateria, e, exalando como referências Annie Lennox, St. Lucia e Goldroom, o Scavenger Hunt traz a música perfeita para os dias de sol. Além disso, os filmes De Volta Para o Futuro e Mannequin são uma grande influência nos palcos e no estúdio, ditando a influência futurista do grupo que, mesmo sem uma grande gravadora dando suporte, sinalizam as boas  novas que devem chegar nos próximos meses.

Klyne-1

Já aconteceu de você não esperar nada de uma música e nos primeiros segundos ser surpreendido de uma maneira muito positiva? Provavelmente isso vai acontecer de novo com “Paralyzed”, do duo Klyne. Vindos de uma vila em Eindhoven na Holanda, Nick e Ferdous apresentam uma produção de vanguarda, algo que poderia ter sido feito pelo Jai Paul. E ainda colocam um toque de R&B que faz toda a diferença no final, deixando o produto um pouco mais acessível sem deixar de soar experimental, culminando numa surpreendente faixa que implora por diversas audições. E sobre o clipe, se a tendência agora são cenas minimalistas com coreografias sincronizadas, “Paralyzed” domina o estilo com maestria. Dispostas a prender sua atenção do inicio ao fim, duas dançarinas dominam as cenas com suas coreografias impecáveis, que casam com cada batida e mudança de ritmo da música, fazendo com que o amor por ela cresça a cada movimento.

unnamed-1

O duo de New York ASTR (Adam e Zoe) lança o single “Activate Me”, primeira mostra do novo EP Homecoming. O novo trabalho tem a missão de manter os bons olhos da crítica e finalmente chegar ao grande público. Com o novo single, co-produzido pelo hitmaker Darkchild (responsável por grandes hits de Nelly Furtado, TLC) eles apostam numa mistura de soul noventista com o deep-house do Reino Unido. O resultado é algo extremamente dançante e bem diferente dos trabalhos prévios e mais obscuros do duo. Em parceria com o canal Noisey, traz diversos takes de Adam e Zoe em imagens que parecem extraídas de um VHS e criam o projeto audiovisual ideal para garantir que o ASTR se torne algo grande. Nem que seja na sua playlist.

the_weeknd_650

Após alcançar o público mainstream e finalmente tornar seu nome conhecido no mundo todo, The Weeknd entrega mais um single do aguardado segundo álbum de estúdio (tirando a compilação Trilogy formado por suas três mixtapes). “The Hills” traz um apelo muito mais pop do que os trabalhos anteriores e, ainda assim, se mantém fiel ao R&B que o consagrou como um dos precursores dessa nova leva de artistas. No vídeo da faixa, dirigido por Grant Singer, Ariel (seu nome de batismo) caminha pelas ruas após um acidente de carro. Enquanto interpreta a música coberto de sangue, parece confuso enquanto segue atrás de algo. Mais comercial e mantendo a linha que mistura de maneira tênue o sombrio com o apelo sensual, “The Hills” mostra o quão acessível esse novo disco será.

A sueca Elliphant certamente não é a mesma que lançou a experimental “In The Jungle”, de três anos atrás. Após trabalhar com grandes nomes como o Diplo e seu Major Lazer, “Love Me Barder” é nova aposta da cantora, que vem planejando um novo disco para 2015 junto do selo Kemosabe Records (do produtor Dr Luke). Com uma pegada bem mais pop e uma pitada daquela sua essência jamaicana, a canção parece ser finalmente o hit que a cantora procura. Já no vídeo, vemos Ellinor andando de carro por ruas escuras, enquanto flashbacks vão revelando um relacionamento conturbado e que o passeio é, na verdade, um sequestro. O final não é nada prevísivel, diríamos até bastante sinistro. Vale a pena conferir.