Archives For Dance

CATE – Pride Away

Felipe —  14/09/2018 — Leave a comment

A cantora portuguesa CATE lança seu primeiro single, um R&B e soul vibrante que bebe de diversas fontes. Seu som nos remete à Shura, Jhene Aiko, Jessie Ware e Beyoncé. Também foi lançado seu primeiro vídeo, com referências às suas paixões, seu amor pelo continente africano, pelas viagens e pelas pessoas. O vídeo foi gravado em São Tomé e Príncipe e extrapola para além da música às belezas do país, do seu povo e de uma viagem que sempre foi o sonho da artista.

No último fim de semana, dias 10 e 11 de Agosto aconteceu no Parc del Fòrum em Barcelona a quarta edição do Festival DGTL. O evento consolidou o festival como o mais sustentável da Espanha. Contou com a presença de 35 mil visitantes. O foco a cada ano que passa, além das atrações de música, é de se tornar o festival com a menor emissão de resíduos, próximo a zero até o ano de 2020. Um total de 56% das pessoas presentes era espanhola, o restante vinha de 51 países diferentes. O espaço estava dividido em 4 palcos diferentes, sendo o principal o palco Modular no anfieatro. Contou com os headliners do evento, nomes como Dixon, Solomun e Ben Klock passaram por ali, num total de 50 atrações.

Dos principais nomes que passaram pelo evento vale relembrar Carl Craig, Fatima Yamaha, Jamie Jones, KiNK, Maceo Plex, Oscar Mulero, Solomun, Pau Roca, Dixon, Black Coffee e Ben Klock. O evento cada ano se consolida como um expoente para os amantes de música eletrônica. De acordo com o Resident Advisor os 5 ápices do evento foram os sets dos seguintes DJs: Tijana T, quem injetou um frescor e entusiasmo num set de 4 horas. A DJ vem da efervescente cena eletrônica de Belgrado na Sérvia. KiNK, o que também na nossa opinião foi um dos melhores shows do festival. O produtor búlgaro criou uma conexão incrível com a multidão. Black Coffee, quem veio logo após KiNK tinha uma responsabilidade enorme de manter todo o público no êxtase que havia sido deixado por seu predecessor. O aclamadíssimo b2b entre Carl Craig & Cassy, que já tocaram diversas vezes previamente, e tem uma conexão incrível entre ambos, que contagia e levanta o público ao delírio. E por último Honey Dijon, o que particularmente não vimos, mas que teremos em conta para eventos próximos. A definição é que a DJ elevou os níveis de criatividade, intuição e fez um show autêntico, com camadas extravagantes, com vocais do Stevie Wonder sobrepondo camadas de Whitney Houston até Bee Gees por exemplo.

Além do lineup musical com enfoque no techno, o festival também contava com um programa Art & Revolution, uma seleção impressionante de instalações que estavam completamente conectadas com cada show. Cluster 2.0 e Playmodes eram atrações que faziam com que cada show tivesse vida nova, com uma sincronia de luzes e efeitos especiais sincronizados com cada música e abrangendo quase a totalidade dos palcos, o que transformou cada um dos concertos em experiências sensoriais incríveis.

O evento foi um sucesso estrondoso, cada ano superando recordes de anos anteriores. Pouco tempo depois de terminar, o evento já confirmou versão do evento na cidade de Madrid para o próximo dia 5 de Dezembro. Além disso o festival também conta com edições nas cidades de Amsterdam, Santiago, São Paulo, Tel Aviv. Vale conferir, já estamos ansiosos para a próxima edição no ano que vem!

Durante os dias 14, 15 e 16 de Junho aconteceu em Barcelona a 25ª edição do Festival Sónar em Barcelona. Em seu aniversário de 25 anos, o evento mais uma vez surpreendeu com lineup e shows espetaculares. Pelo sétimo ano consecutivo, estivemos presente para fazer a cobertura completa do festival. Com éxito absoluto, o festival bateu mais uma vez a cifra de público, atingindo o impressionante número de 126.000 pessoas. Vindas de diferentes 119 nacionalidades para celebrar um dos maiores festivais de música eletrônica do mundo. Um total de 5900 profissionais vindos de 3300 diferentes empresas e meios de comunicação.

Dos 150 artistas que se apresentaram, alguns nomes ainda sondam minha mente, Jenny Hval, Daedelus, Little Simz, Putochinomaricón, Laurel Halo, Black Coffee, Yung Lean, George Fitzgerald, Young Marco, Preditah, Bonobo, Miss Kittin, A-Trak, Demdike Stare, Maribou State, Fatima Al Qadiri, Octo Octa, Goldlink, Ben Klock e os já veteranos Laurent Garnier, Richie Hawtin e Modeselektor foram alguns dos nomes que vimos durante o festival, que dura 3 dias e 2 noites e acontece em 10 palcos diferentes.

Diplo

Sem sombra de dúvidas os nomes mais surpreendentes e shows mais marcantes foram da sul-coreana-americana Yaeji, com seu eletrônico certeiro, promovendo seu último EP Raingurl. Rosalía foi talvez um dos shows mais disputados do festival inteiro. Talvez por erro de cálculo da organização, não foi posta no palco principal do Sonar Dia. Havia uma fila interminável de gente querendo vê-la. Num show curto, não conseguimos ver o início do show, Malamente foi a música de abertura. SOPHIE que tinha álbum recém lançado, fez um show visualmente impressionante, porém não havia muita conexão com o público, e a artista parecia tão high, que mal cantava ou fazia outra coisa senão dançar freneticamente fora de ritmo.

Diplo e Gorillaz também fizeram shows medianos na minha opinião, sem muitos altos e baixos. Porém LCD Soundsystem e Thom Yorke serviram para salvar o festival, que apesar de ter um lineup bom, não tinha muitos nomes de peso. James Murphy com seu poder vocal e maestria no palco, levou o público ao delírio, com um show cheio de luzes e hits. Thom Yorke por sua vez também fez um show bastante forte, porém sem muita conexão com o público, visualmente era incrível e o som bastante envolvente, mas era um show introspectivo.

Para 2019 o festival excepcionalmente acontecerá no mês de Julho, nas datas 18, 19 e 20. Nos vemos ano que vem!

É possível ver alguns shows pelo link disponibilizado pelo próprio festival. Fotos do post também disponibilizadas pelo site.


Lykke Li lançou duas músivas novas para promocionar seu próximo e quarto álbum “So Sad So Sexy”. Two Nights conta com a participação do rapper americano Aminé.

Depois de um hiato de 3 anos o artista australiano Oscar Key Sung acaba de lançar o vídeo para seu último single Simple Luv, para promocionar seu EP No Disguise.

O artista Rae Sremmund juntamente com Swae Lee e Slim Jxmmi lançaram no princípio do mês o álbum SR3MM, cheio de parcerias com os nomes mais aclamados do trap atualmente. Bedtime Stories conta com a voz de The Weeknd.

A dupla australiana Cosmo’s Midnight acaba de soltar mais um single fresquinho antes do lançamento oficial do seu álbum What’s Comes Next, próximo 15 de Junho.