Arquivos para Pop

pippy30.19333

Quando se fala de “música” e “futuro” numa mesma frase, poucos são os artistas que se encaixam tão bem à descrição quanto a parceria do Benny Blanco com o Two Inch Punch, conhecida como BenZel. Depois de um fantástico EP ano passado, a dupla retorna com uma nova montanha-russa sonora que utiliza dos mesmos artíificios conhecidos em suas produções – como vocais distorcidos, mudanças repentinas de ritmo e samples estratégicos – e os une ao vocal do australiano Ben Abraham, que completa a mistura e dá partida para a nova fase do duo, que não poderia começar melhor. Agora que esperar será difícil.

tumblr_nk8m1tnHai1sqhz11o1_500

Lembra daquele ditado da caça que vira o caçador? Pois bem, é mais ou menos assim que podemos definir a trajetória do Ben Khan, que apareceu logo após o estardalhaço – e sumiço – do Jai Paul, pegando carona na onda do seu som “diferente” e disparando, com uma série de singles, acerto atrás de acerto. E por mais que a batalha tenha sido vencida por W.O., Ben Khan prova em seu segundo EP, 1000, que merece os aplausos. Glitches, samples malucos e um grave que simula o vai e vem das ondas convivem com guitarras e vocais experimentais em “2022 Zodiac”, um dos destaques do disco, que pode – e deve – ser ouvido por aqui.

hopium_600

Talvez você ainda não conheça o duo Hopium mas eu garanto que você vai viciar nesse novo single deles, “Right Now”. Chegando como uma mistura do R&B do Kanye West com o pop experimental do Yeasayer, tudo o que a nova aposta da Neon Gold Records (St. Lucia, Marina & The Diamonds, The Knocks) precisa é de um casal de dançarinos com uma coreografia intensa e um grande backdrop de cores fortes que mudam a cada instante. O vídeo, co-dirigido por Yoav Lester, já é sem dúvidas um dos melhores do ano, e tem como referência os trabalhos technicolor de James Turrell. Quase impossível você encontrar algo mais interessante essa semana.

tumblr_inline_nnj3mw2AKz1qbn23e_500

Alessia Cara surge, de Ontario, para trazer o seu mais novo vício. “Here” explode logo nos primeiros segundos, e quando chega no refrão,você já sabe que o hit instantâneo da canadense de apenas 18 anos, que tem uma voz de diva do soul, vai dominar suas playlists por um bom tempo. O single, lançado pela Def-Jam, já faz algum barulho na blogosfera, e promete ainda mais, especialmente pela combinação deslumbrante dos vocais fortes e impressionantes de Alessia com a melodia atraente, que brilhantemente envolvem os versos de fácil identificação. Fica difícil não se render. De acordo com a própria, “Here” foi feita para ser o hino daqueles que saem pela noite, mas logo percebem que essa não foi a melhor decisão. A faixa flerta com a melancolia ao fazer uma perfeita narração dessas noites confusas de festa, baseando-se na própria experiência de Alessia. Se isso tudo ainda não te convenceu, “Here” tem sample de “Ike’s Rap 2″, do Isaac Hayes, a mesma faixa que está no hit do Portished “Glory Box”. Basta ouvir “Here” uma só vez, que a delicadeza de Alessia Cara se encarrega de fazer você se apaixonar.

Screen Shot 2015-05-05 at 20.02.01

Boas coisas geralmente têm bons começos, e é com um tiro de rojão que Sarah Mariegaard sinaliza o nascimento de Soleima, diretamente da Dinamarca – terra da . Inicialmente integrante de um coletivo de hip-hop, Soleima inicia os trabalhos solo com o pop-delícia-psicodélico “My Boi”, um daqueles típicos primeiros singles que vislumbramos um brilhante futuro em alguns meses. Com os deliciosos vocais too-cool-for-school de Soleima remetendo ao início de carreira da Lana Del Rey, a produção, entretanto, segue uma outra linha: sintetizadores 8-bit que parecem saídos do disco do Neon Indian e recortes vocais que lembram de “Younger”, da Seinabo Sey, te hipnotizarão logo na chegada do refrão. O vídeo, editado a partir de uma apresentação ao vivo da cantora, soma recortes caleidoscópicos e complementa perfeitamente a viagem da música.

astronomyy-Not-Into-U

Astronomyy já está na nossa mira há muito tempo, e, depois de ter lançado singles sensacionais, como “Don’t Need U“, estávamos ansiosos por saber qual seria o próximo trabalho dos caras. A delicadeza de “When I’m With U” continua nos surpreendendo mesmo após várias audições, e que, apesar de ligeira, tem tempo suficiente para acalmar nossas mentes. Com voz suave, arranjos calorosos e texturas minimalistas, o Astronomyy autodefine seu novo trabalho como surf/urban, mas nós aproveitamos e nos damos a liberdade de adicionar também algo entre o R&B e o dance pop à definição. Melhor do que isso, só dar o play e deixar se levar pela música.

kris_tate_06

Sabe aquele típico post que começa com “não conhecemos nada sobre a banda”, “a banda ainda não tem foto nenhuma” e termina – no fim das contas, um ou dois meses depois – na contratação dos artistas, massificação nas rádios, blogs e afins? Pois então, é bem assim que apresentamos a vocês o Woolf and the Wondershow, um duo de Los Angeles que estreiou sua primeira música, “Cloaked”, sem muito alarde no final do mês passado, mas que impregnou na nossa cabeça desde então. Um indie-pop repleto de sintetizadores e de produção energizante, a canção lembra dos primórdios do Penguin Prison só que com uma pitada a menos de retrô e uma a mais de modernidade. Certamente, ficaremos de olho.

Página 7 de 166« Primeira...678...1020...Última »