Nunca é tarde para apresentar uma boa música, não? Venho acompanhando o Grafitti6 desde o ano passado, e essa semana, por acaso, acabei encontrando o disco dos caras pela internet a fora. Descritos como um grupo de soul-pop, formado pelo cantor Jamie Scott e o multi-instrumentalista e produtor Tommy D (Kanye West, Kylie Minogue, KT Tunstall), o debut Colours é uma viagem aos tempos old-oschool, repleto de harmonias pop e diferentes produções, realmente como uma paleta de cores. O glorioso primeiro single, “Annie You Save Me”, é uma dessas belas músicas que você simplesmente não cansa de ouvir, e chega até a lembrar uma mistura do Miike Snow com os Gnarls Barkley. Como um pedaço de sol em formato de música, a música demonstra bem o estilo único dos caras que mistura melodias belíssimas, texturas retros e o charmoso vocal de Jamie, tudo embrulhando numa produção soul refrescante e divertida, que completam o ar dessa pérola pop que provavelmente poucos irão conhecer. Para “Fuck You”, do Cee-Lo, ser menos enjoativa, é exatamente assim que ela deveria soar. Ouça o single, e veja o ótimo vídeo da música logo abaixo.

Grafitti6 – Annie You Save Me

O disco de estréia dos caras, Colours, foi lançado em Dezembro no Reino Unido, e por enquanto, não há uma previsão para o mercado americano.

O duo electropop The Sound of Arrows vem construindo um hype quse que unânimo para quem ouve suas canções, e com as queridas “M.A.G.I.C.” e “Into The Clouds” nas mangas, eles vinham prometendo desde o ano passado fazer o melhor CD que o Cut Copy nunca fez. Bem, não sei se posso dizer o mesmo depois desse novo single, “Nova”, que acaba de sair. O primeiro single oficial do disco homônimo, que sai dia 25 de Abril, a música parece seguir bem a fórmula das outras canções, com batidas eletrônicas meteóricas e uma produção luxuosa, mas parece esquecer do mais importante: o carisma que os trouxe todo esse hype de agora.  A música soa como uma b-side do Hurts só que dançante, sem contar que parece não ter nem refrão, de tão esquecível que ele é. A melhor parte da música, os sintetizadores que seguem logo após o refrão, comprovam o que tenho dizer : quem carrega a faixa nas costas, infelizmente, é sua produção. E ela não fica só na música. “Nova” tem um vídeo espetacular, cheio de doçuras visuais capazes de te fazer esquecer o quão “comum” é o som aqui. Assista e baixe a música a seguir.

The Sound Of Arrows – Nova

Quem ouviu os singles anteriores sabe que é difícil não ficar decepcionado. E para piorar a situação, o disco será lançado pela Geffen Records, a gravadora de nomes como Mini Viva e Sunday Girl, que tiveram seus respectivos discos cancelados pelo selos graças ao fracasso comercial dos seus singles. Embora não tenha gostado dessa música, eu ainda tenho fé no disco completo, e espero poder ouví-lo no dia 25.

Depois de saciar nossos apetites com o a mistura de Röyksopp com Justin Timberlake vista em “Night Air”, Jamie Woon, um dos verdadeiros sons de 2011 para mim, acaba de anunciar novos detalhes do seu primeiro álbum, além de um novo single. A canção que abre o Mirrorwriting é “Lady Luck”, que resolve deixar o dubstep e o clima de mistério da outra faixa de lado a favor de um som mais alegre e R’n’B, soando quase como uma versão masculina da Janelle Monáe produzida pelo Timbaland no  ápice dos anos 2000. A música é bonita e direta, sem contar que o vocal soul do cara é uma bela prova do seu talento, mas admito que o conjunto soa um pouco repetitivo durante seus 4 minutos. De brinde, veja também uma versão ao vivo da música, cantada de forma acústica num cenário bem inusitado: um passeio de barco nos maguezais do Camboja, gravado durante as férias do cara no país. Vale a pena a comparação.

Jamie Woon – Lady Luck

O Mirrorwriting sai em Abril, mas a data ao certo não está definida. De qualquer forma, espero que seu álbum tenha mais faixas que nem “Night Air”, daquelas cheias de loopings e vocais distorcidos, e toda a produção irreverente que o cara é conhecido.

O primeiro e talvez único Friday Mixes de Fevereiro está aqui. Confiram os remixes mais quentes que pude achar na internet nesse intervalo de 17 dias desde a última edição. Sobre o player, esqueçam o SoundCloud. Por motivos autorias, o site bloqueeou três remixes meus, que acabaram ficando de fora do streaming do player abaixo. Mas ainda dá pra ouvir direto na faixa, e é claro, também ao baixa-lás. Se alguém souber de um player decente pra mixtapes, me falem. E outra coisa: se você está lendo isso na sexta feira dia 17, eu estou provavelmente agora em São Paulo, para o show do LCD Soundsystem, então se estiver por lá e quiser dividir uma cerveja comigo, é só aparecer!

.

Katy Perry – E.T. (Benny Benassi Remix)

Eu já postei um remix do novo single da Katy Perry, a ótima “E.T.” aqui antes, mas dessa vez, o clima de vampiro fica de lado dando um aspecto mais clubber à música, graças é claro ao expert e talentoso Benny Benassi, que só pelo nome já me fez querer ouvir essa nova versão imediatamente. Katy Perry não vira uma “Satisfaction” aqui, mas se quiser tocar a melhor música mid-tempo da cantora, e ainda fazer a pista inteira suar, essa será a versão ideal para isso. Curta, com menos de 4 minutos, mas direto ao que interessa.

Katy Perry – E.T. (Benny Benassi Remix)

.

Rihanna – S&M (Sidney Samson Club Mix)

Se um remix tem mais de 6 minutos, eu geralmente ouço até a metade e procuro por uma versão editada, salvo quando a música em questão é realmente longa, ou quando o remix simplesmente vale a pena. “S&M”, remixada pelo Sidney Samson, não se encaixa totalmente em nenhum dos dois casos. Com a polêmica versão original da Rihanna beirando os 4 minutos, essa versão chega com quase 7, ou seja, 3 minutos a mais de batidas electro. Mas tem um porém. A estrutura da música está intacta aqui, e quando chegar o refrão, Rihanna canta quase em acapella, sob um baixo apenas (sim, o instrumento), que te leva sobre um tapete vermelho até a explosão de batidas electro que vêm a seguir. Não vão ser as mais loucas que você já ouviu na vida, mas também não verá os 7 minutos passar.

Rihanna – S&M (Sidney Samson Club Mix)

.

Ke$ha – Blow (Cirkut Remix)

Todo novo remix da Ke$ha que eu ouço, me dá vontade de dizer que é o melhor que já ouvi da cantora. E é verdade. “Blow”, por exemplo, uma das melhores coisas que a cantora (ou o Dr. Luke) já fez, acaba de ganhar um remix mega insano do próprio produtor. A faixa é tão doida que nenhum refrão é igual a o outro, e parece como se o Dr. Luke tivesse pegado todas as sonoridades que tinha em mente pra faixa e criado uma espécie de megamix com elas. De trance a electro a dubstep, esse é de longe um dos mais divertidos e surpreendentes remixes que já ouvi. E como dá pra perceber, funciona ainda melhor nos fones do que nas pistas.

Ke$ha – Blow (Cirkut Remix)

.

Britney Spears – Hold It Against Me (Jump Smokers Mix)

Quando saiu “Hold It Against Me”, o single novo da Britney, definitivamente nao dei tanta bola assim. Ele certamente fica bem aquém dos últimos trabalhos da popstar, como “Gimme More” e “Womanizer”, e embora ele tenha sido criado pras pistas, sentia falta de algo mais. Sentia, pois o remix do Jump Smokers conseguiu deixar a faixa incrivelmente dançante, daqueles feitos para incenciar o dancefloor nos momentos mais altos de um set. É pra dançar, dançar e dançar. E também para provar que um ótimo remix pode sim salvar uma música. / (Texto por Michel)

Britney Spears – Hold It Against Me (Jump Smokers Mix)

.

Bag Raiders – Sunlight (Armand Van Helden Remix)

Se você foi esperto, acompanhou o lançamento do disco do Bag Raiders e ainda vibrou com essa música em específico, cantado pelo Dan Black. O Van Helden dispensa apresentações, e aqui, o cara transforma o pegajoso electro de “Sunlight” em uma maravilhosa faixa de house-music, com batidas e vocais que parecem derreter a melodia e consequentemente nossos ouvidos, assim como diz a letra. Fala sobre sol, mas a faixa principalmente é ideal para esquentar uma pista de noite.

Bag Raiders – Sunlight (Armand Van Helden Remix)

.

Kanye West – All Of The Lights (Inside Out Boy Dubstep Remix)

Se você gosta de dubstep desde 2005 ou se passou a conhecer o gênero graças ao break de “Hold It Against Me” da Britney (espero do fundo do coração que não), você vai gostar desse remix previsível porém eficiente de uma das melhores músicas do Dark Fantasy do Kanye West, “All Of The Lights“. É basicamente o refrão cantado pela Rihanna da música sobre as tais batidas. E se você  é novo no blog e ainda não conseguiu identificar o que é dubstep, basta apertar o play que a única dúvida que irá restar é porque o gênero só é popular na Europa ainda.

Kanye West – All Of The Lights (Inside Out Boy Dubstep Remix)

.

Sleigh Bells – Rill Rill (Clique NewTrends Remix)

A mais doce música dos Sleigh Bells, “Rill Rill”, é totalmente recriada nessa versão indie-rock da faixa, com novas guitarras, baixos, baterias – enfim, uma produção completamente nova. Se isso ainda não te convenceu a baixar a faixa, saiba que um toque mágico de dancefloor também foi adicionado, com uma batidinha de fundo capaz de botar pra dançar até aquele seu amigo hipster que está perdido a meio de tantas Ke$has e Lady Gagas na boate alternativa mais próxima.

Sleigh Bells – Rill Rill (Clique NewTrends Remix)

.

Tame Impala – Why Won’t You Make Up Your Mind (Erol Alkan Rework)

Se você acompanha o blog, sabe que eu gosto tanto do Tame Impala que ano passado cheguei a arriscar umas palavrinhas sobre o ótimo debut da banda, mas confesso que nunca imaginei isso acontecer. Erol Alkan, um DJ novo que recentemente remixou de forma brilhante “Congratulations” do MGMT, repete a mágica aqui, transformando a melódica “Why Won’t You Make Up Yoyr Mind?” numa aposta certeira para os melhores clubes de rock. Mesmo que ache uma heresia esse remix, dê uma chance a essa versão e se deixe provar que o Erol é uma das melhores coisas que aconteceu na cena de remixes nos últimos meses.

Tame Impala – Why Won’t You Make Up Your Mind (Erol Alkan Rework)

.

[PACOTE COMPLETO] ♫ Friday Mixes XIV

Friday Mixes 14 by ohmyrock2

Talvez mais conhecidos pelo seu projeto paralelo, Nick Littlemore e Peter Mayers, as cabeças por trás do Empire of The Sun, estão finalmente de volta à sua banda de verdade, o PNAU, que lançou o último disco em 2003, mas que já estão prontos para lançar o quarto disco de estúdio, o Soft Universe. Descrito pelos caras como “um pouco de Bowie misturado com um pouco de Bono“, o LP chega embalado do belíssimo primeiro single, “The Truth”, que se encaixa bem na descrição da banda. Resumindo: refrões grandiosos se encontram com sintetizadores pulsantes anos 80, que no final, mesmo se gostar pouco de electropop, ficará grudado na sua cabeça, e com altas chances de se tornar a sua favorita pelo resto do mês. A mesma melancolia presente nas novas faixas da Robyn, que falam sobre decepções amorosas e arrependimentos, também se encontram aqui, porém embrulhados em uma produção ainda mais caprichada, que grita pra ser escutada com fones de ouvido.

Pnau – The Truth

O quarto disco do Pnau, Soft Universe, aquele que tem tudo pra desbancar o projeto paralelo deles, chega somente no verão norte-americano. Mas com “The Truth” pra passar o tempo, a espera deverá passar mais rápido.

Sabe aquele twee pop suéco que todo mundo acha fofo, pra se ouvir num dia de sol, assobiando, e batendo palmas? O Acid House Kings é O nome pra isso. Formado desde 1991, há 20 anos o antigo quarteto, agora trio, acaba de lançar o seu quinto disco.

Music Sounds Better With You é mais solar do que o seu antecessor, o Sing Along with Acid House Kings. Com 10 faixas, curtas e bonitinhas, o primeiro single do agora trio foi “Are We Lovers Or Are We Friends?”. A julgar da nova música lançada, a minha expectativa de que eles fosse continuar na mesma formula só cresceu, o que nesse caso foi ótimo. Ficar procurando uma identidade nova a cada disco pode acabar com um grupo. O que vimos no novo álbum é tudo aquilo de bom que o disco anterior trouxe. Faixas como “Under Water” fazem você dançar, mesmo que desengonçado, assim como “I Just Called To Say Jag Älskar Dig”, que faz brincadeira com o título da antiga “I Just Called To Say I Love You”, do Stevie Wonder, que bate a vontade de ficar cantando e batendo palmas.

Acid House Kings – Are We Lovers Or Are We Friends?

Acid House Kings – I Just Called To Say Älskar Dig

Mas meu destaque vai pra última faixa do album, “Heaven Knows I Miss Him Now”, que é a típica canção pra se terminar um show. Não sei se voces fazem isso, mas quando escuto albuns recém lançados, fico a imaginar como suas músicas se encaixam nos shows. Confesso gostar de finais, principalmente aqueles que nos deixam saudosos, e no caso da música, ela tem todo o clima para se terminar em grande estilo. Fica aquela vontade de viver de novo e de novo e de novo, mas neste caso, ouvir de novo e de novo e de novo.

Acid House Kings – Heaven Knows I Miss Him Now

Katy B já é um sucesso no Reino Unido, e com a minha até então favorita “Lights On”, ela virou a queridinha das rádios, principalmente a BBC, onde ela já conseguiu emplacar três hits no Top 5 da parada britânica. Com o Katy On A Mission, o primeiro álbum, programado para sair no dia 04 de Abril, é com um clima de comemoração que ela lança seu novo e mais melancólico single até então. Mas não hesite, “Broken Record” é sem dúvidas a melhor música da “princesa do dubstep”, como já andam chamando-a, e promete ser o primeiro grande hit da cantora. Com belos vocais e um refrão extremamente radiofônico, como disse, a música não é extremamente alto-astral quanto “Lights On”, mas sua produção mais elaborada compensa todo o resto. A minha única reclamação, entretanto, é que ela acaba cedo demais, justo na melhor parte. O refrão está alí, é legal, mas a faixa cria todo um clima onde só alcança o ápice mesmo no final, onde o verdadeiro refrão é apresentado, com Katy cantando “like a broken record” sem parar. E a música acaba, adivinhem, com um efeito de disco riscado, nos fazendo implorar por uma versão extendida. Ouçam o radio-rip logo abaixo.

Katy B – Broken Record [ATUALIZADO VERSÃO FINAL]

Aguardem pelo Katy On A Mission, que sai dia 04 de Abril.

Página 194 de 257« Primeira...1020...193194195...200210...Última »