Chinah

Em seu single de estreia, os dinamarqueses do CHINAH trazem um som cuja melhor definição é “sublime”. “Away From Me” é uma faixa eletrônica minimalista onde as frágeis batidas se mesclam a sintetizadores tranquilos e riffs de guitarra para se expressar em total harmonia com o suave vocal de Fine, vocalista e compositora do grupo. À medida que a faixa cresce, ela não só aproveita seus sons, como também suas pausas e silêncios, remetendo-nos às produções etéreas do WET com o toque soturno do The xx. O EP em que a faixa estará presente será lançado no último trimestre do ano, porém, caso não consiga esperar (ou tirar essa voz da cabeça), dê uma olhada também no projeto solo da vocalista Fine Glindvad, que também conta com os integrantes do grupo, e prepare-se para imergir na atmosfera poética que eles fazem tão bem.

1548105_10152899693504631_5526026073946725233_o

Se a gente acreditasse naquela ditado de que “a primeira impressão é a que fica”, provavelmente deixaríamos de ouvir um dos lançamentos mais legais do ano: “Weathered”, do Jack Garret. E não estamos nos referindo à primeira impressão da música – que é fantástica já na audição inicial – mas à trajetória do londrino, que, apesar de ter dois EPs nas costas, brilha de fato com este recomeço.

De vocais calmos e um começo melancólico, engana-se quem pensar que os segundos iniciais, que fazem a canção quase se aproximar de um folk, é representativo do restante da obra. A medida que “Weathered” vai pegando no tranco, guitarras, sintetizadores dramáticos e pausas bem pontuadas vão adicionando textura às lembranças nostálgicas de Garret, embalando a produção que passa do etéreo ao caótico no final dos seus três minutos, culminando num ato emotivo e “modernoso”, como se o Passion Pit resolvesse produzir uma música de igreja. Aperte o play e sinta.

Cosmos-Midnight-Walk-With-Me-ft.-KUČKA-acid-stag-608x356

Em seus primeiros EPs, o Cosmo’s Midnight apresentou ao público faixas etéreas predominantemente instrumentais. Em arranjos simples, mas não simplórios, o duo arrepiava o ouvinte sem se prolongar de mais nas suas canções sintetizadas. Agora, eles divulgam “Walk With Me”, nova faixa com a australiana KUČKA. Assim como seu último single, “Snare” (com Wild Eyed Boy), “Walk With Me” aperfeiçoa a sonoridade abstrata do Cosmo’s ao misturá-la a um ritmo fortemente influenciado pelo R&B. Uma pegada dançante a diferencia do som mais reflexivo e intenso do trabalho inicial do duo, mas que não fica pra trás com sua batida ágil e o belo vocal de KUČKA. Vocal este que, feminino, combina perfeitamente com os do Wild Eyed Boy, tornando-os singles praticamente complementares. Não só envolvente, o trabalho do Cosmo’s amadurece e torna-se cada vez mais coeso.

Myami-Soldier-Front-2-640x361

O MYAMI divulgou recentemente o videoclipe de seu primeiro single, “Soldier”, faixa que conta com uma batida forte e vocal soturno, compondo um electropop que nos remete tanto aos arranjos, como à qualidade das músicas da Kimbra. O diferencial é o tom pesado da faixa, que a qualifica como forte e dramática na medida certa. O vídeo não fica para trás: conta com direção e montagem ágeis que se encaixam muito bem com a proposta sonora. A fotografia inspirada também sabe em que momentos deve investir no monocromático, nas sombras ou no neon para traduzir a música em imagem. Uma imagem belíssima, por sinal. Tanto conteúdo empolgante só nos anima para ARMOUR, seu EP début que será lançado em breve.

Melanie Martinez é uma das mais novas apostas da Warner e se prepara para lançar o seu primeiro disco em agosto, o Cry Baby. Passeando entre a nova queridinha dos blogs e o potencial de futura popstar, Melanie criou uma personagem que, segundo a própria, reflete muito da sua personalidade. Cry Baby talvez te lembre de Electra Heart, da Marina & The Diamonds, em uma forma mais perturbada e doentia. “Sippy Cup” é uma faixa promocional para divulgar o trabalho e enquanto traz a imagem angelical da cantora, nos apresenta cenas carregadas de mistério, alcoolismo e assassinato. Pelo que parece, teremos um visual album por aí – e estamos bastante ansiosos pra isso.

10903786_796759607044388_5269183334343744526_o-620x413

Estamos apostando que você nunca ouviu os trabalhos do flor e que quando você ouvir “Warm Blood” vai correndo pesquisar mais sobre eles. A banda surgiu em Los Angeles e reúne no novo single uma melodia gostosa que não esconde as influências do R&B, vocais picotados e sintetizadores prontos para te fazer viajar. A guitarra frenética e a bateria dançante ainda ditam o tom, que apresentam um synth-pop intenso e melódico ao mesmo tempo. E se ficou com gostinho de quero mais, calma que eles prometeram um single novo por mês.

scavengerhuntblogpost1-846

A banda Scavenger Hunt apresenta o single “Wildifire”, um synthpop dos bons, com uma pegada anos 90 que vai te deixar cantarolando os versos e, principalmente, o refrão o dia todo. Formada por Dan Mufson no teclado, Jill Lamoureux nos vocais, Nick Annis na guitarra e Aaron Prather na bateria, e, exalando como referências Annie Lennox, St. Lucia e Goldroom, o Scavenger Hunt traz a música perfeita para os dias de sol. Além disso, os filmes De Volta Para o Futuro e Mannequin são uma grande influência nos palcos e no estúdio, ditando a influência futurista do grupo que, mesmo sem uma grande gravadora dando suporte, sinalizam as boas  novas que devem chegar nos próximos meses.