Archives For Chela

.

Para divulgar o EP ZERO, a australiana Chela fez um clipe para o single que dá nome à compilação de remixes. “ZERO” é uma música que parece saída de uma danceteria da década de 1990 e que não deve nada aos lançamentos anteriores da cantora, como “Vegas Nights”. O novo eletro-pop da artista equilibra guitarras com sons que remetem ao ska. O vídeo da canção exibe a cantora dançando e cantando em uma espécie de balada cheia de fumaça e luzes em tons de violeta, na companhia de uma banda e de figuras horripilantes, principalmente por causa dos olhos brilhantes.

.

É fácil uma canção sensual como “Touch” cair na armadilha de ter um clipe apelativo, porém, Shura soube expressar a sensualidade de sua música de estreia com muita sutileza. Junto de Ammr Khalifa, a artista dirigiu o videoclipe de seu primeiro trabalho solo. No vídeo, diversos casais aparecem se tocando e trocando beijos. Mais do que as carícias, os olhares e sorrisos antes dos momentos de intimidade com outra pessoa são salientados pela câmera, servindo como ótimo pontapé para a divulgação do trabalho da cantora, que soa como uma mistura de Haim, Jessie Ware, Chela e Laura Welsh.

.

A música “Vegas Nights” é inspirada pela experiência solitária de Chela, que viveu por um período dividindo um quarto com uma russa em Las Vegas. O clipe da canção não conta com a presença da cantora, como nos vídeos de “Plastic Gun”, “Guts”, “Full Moon” e “Romanticise”, porém, isso não significa que o videoclipe não é tão magnético quanto a artista. Dirigido por Cos We Can, o clipe retrata a solidão de um jovem que caminha de bicicleta por uma Las Vegas praticamente deserta. Apesar de não ser tão animada quanto “Guts”, por exemplo, “Vegas Nights” cativa com seus sintetizadores pop que formam uma música calma e reflexiva.

chela

Não faz muito tempo que tivemos a oportunidade de apresentar o primeiro trabalho da cantora australiana Chela, que, depois de inúmeras colaborações e lançamentos de faixas avulsas, ganhou nossos corações pela descontração da adorável “Guts”. De lá pra cá a cantora vem trabalhando na sonoridade certa que deverá ser conferida em seu primeiro disco, junto ao recente contrato com o selo francês Kitsuné. Saindo de Melbourne, casa de grandes revelações australianas, Chela agora se encontra em ponte área Paris/New York para retocar seu novo material, que deve fazer parte do seu primeiro registro inédito.

A canção chamada “Romantiscise” é a primeira amostra do que podemos ouvir nesta nova fase. Em uma produção contagiante a faixa chega acompanhada por deliciosas batidas percussivas, riffs de guitarras melódicos e uma instrumentação totalmente voltada aos anos oitenta, contemplando um refrão mágico – com direito a vocais à-la La Roux – que ficará na sua cabeça pelos próximos dias. Os arranjos, que contam com breaks durante as pontes, dão todo um charme nostálgico no resultado final do trabalho, que culmina num electro-pop vibrante e voltado ao sucesso.

Chela – Romanticise

Romanticise EP conta com remixes de Gold Fields, Collarbones, Boys Get Hurt, Le Bruce and Fascinator.

Chela – Guts

Luis Felipe —  12/03/2013 — 1 Comment

311108_305875699520843_390471295_n

Você provavelmente já conhece a australiana Bon Chela – ou simplesmente Chela – seja pelas nossas páginas ou por outros blogs da internet. A cantora está construindo seu nome aos poucos, participando mais recentemente dos singles do Goldroom (“Fifteen”) e do Viceroy (“Dream Of Bombay”), entretanto, esta é a primeira vez que a apresentamos oficialmente por aqui – e com um single somente dela. Parte de uma mixtape a ser lançada no final do mês, o primeiro single da cantora, “Guts”, prova que Chela ainda tem muito pra nos mostrar.

A gente não sabe exatamente quem produziu esse primeiro single da Chela, mas a produção não fica longe dos materias do Goldroom ou do Viceroy, visto o clima relaxado e ensolarado que compõe a faixa, representado aqui pelos sintetizadores atmosféricos e pelos divertidos riffs de guitarra. Entretanto, a verdadeira surpresa fica por conta dos vocais de Chela, que apesar de já conhecidos, mostram uma nova faceta da cantora. Ao cantar sobre uma decepção amorosa, seus vocais soam a princípio delicados até se transformarem em uma besta feroz no refrão, culpa principalmente das harmonias vocais bizarras que parecem sair de um disco do Dirty Projectors, o suficiente para tirar a canção do óbvio e destacar a cantora de qualquer outra artista pop do momento. Estamos ansiosos por mais.

Chela – Guts

A mixtape da Chela, ainda sem título, deve sair no final de março.

dream of bombay

Austen Afridi, ou Viceroy, começou fazendo remixes que deixava de lado a premissa principal de transformar as músicas em algo para as pistas a favor de versões tropicais e ainda assim dançantes, como o incrível remix de St. Lucia que já apareceu aqui no Friday Mixes. Com o lema de “Summertime. All the time“, Viceroy levou o mesmo clima tropical para suas produções originais, que conta sempre com algum artista emergente, como em “Chase Us Around (Feat. Madi Diaz)” e “While We’re In Love (Feat. Ghost Beach)”.

Se em “Chase Us Around” temos uma festa na praia, no novo single do produtor, “Dream Of Bombay”, temos o entardecer. Um pouco mais synth-pop mas ainda celebrando o verão, a música é menos agitada que os singles anteriores, deixando de lado o clima animado e investindo em uma produção suave, que se funde perfeitamente com os vocais de Chela e cria um refrão viciante e esperançoso, que consegue passar a mesma sensação contida na letra.

Viceroy – Dream Of Bombay (Feat. Chela)