Archives For Kanye West

tumblr_mg9orjx5US1qa7dyho1_1280

O londrino Ben Garret, de 22 anos, já faz música com seu projeto Fryars há um bom tempo, mas ano passado, com o lançamento dos singles “Love So Cold” e “In Your Arms”, a impressão que ficou é a de renovação, como se o rapaz quisesse deixar para traz o synth-pop sombrio do primeiro disco a favor de canções emotivas que misturam pianos, batidas R&B e vocais em autotune.

Deixando um pouco a nova inspiração no R&B minimalista do Kanye West e seu 808s & Heartbreaks de lado, Fryars retorna agora com o terceiro single do seu novo álbum, a ser lançado ainda este ano pelo selo 679. Uma balada pop que explora o lado mais triste do amor, “On Your Own” é acompanhada de uma produção madura e clássica, repleta de pianos, guitarras e vocais emotivos que tratam da sensação de estar sozinho. A canção é mais um demonstrativo que o rapaz está disposto a fugir totalmente da sonoridade do primeiro disco a favor de um nível de refinamento não imaginável para aqueles que o conheciam, e a mudança não poderia ser mais bem vinda.

Fryars – On Your Own

O single de “On Your Own” será lançado no dia 13 de maio pelo 679, e um novo álbum está previsto para ainda este ano no mesmo selo.

KOTA-Masters-of-The-Sun

KOTA é um acrônimo para Kids Of The Apocalypse, mas além disso, pouco se sabe sobre o grupo, que se denomina como um “coletivo anônimo de todos os cantos do mundo”. O primeiro single, “Masters Of The Sun”, lançado no dia 21 de dezembro com um misterioso tweet do produtor Richard X (Kylie Minogue, Sugababes) – que a propósito foi deletado na sequência – apesar da pouca informação se sustenta como um número de respeito e que cumpre o seu papel, nos deixando curiosos pelas tais “crianças do apocalipse”.

Apesar dos menos de três minutos, “Masters Of The Sun” toma o seu tempo para preparar terreno para a entrada dos vocais principais, pavimentando o caminho com uma introdução repleta de vocoders e sintetizadores sonhadores que não fogem muito da linha do The Sound Of Arrows, mas aqui orquestrados com uma sensibilidade vista por último no My Beautiful Dark Twisted Fantasy, do Kanye West. Após a longa introdução, quase em sua metade, um coral de crianças entra em cena para trazer a mensagem de fim de mundo, enquanto pianos grandiosos complementam a produção expansiva e maximalista que uma composição de sua escala precisa.

Kids Of The Apocalypse – Masters Of The Sun

Depois de um tempo sumido, quase um mês, estamos de volta com o nosso Friday Mixes, em uma edição para inaugurar 2013 em grande estilo. Para celebrar a volta dos queridinhos Justin Timberlake e Destiny’s Child, achamos dois remixes fantásticos (e recentes) de dois dos seus melhores singles, “Like I Love You” e “Independent Woman”. Continuando na vibe retrô, temos uma versão espetacular e modernizada de “American Boy”, hit da Estelle com o Kanye West, e para equilibrar a “velharia”, temos ainda clássicos modernos como o AlunaGeorge, uma delícia R&B da Rihanna e o remix electro-pop da Solange que você estava esperando. Aperte o play e se divirta – o final de semana acaba de começar.

MIXTAPE: Friday Mixes 54 #REMIXED

 

Justin Timberlake – Like I Love You (Motez Remix)

az_139_Justified_Justin+TimberlakeJustin Timberlake anunciou ontem seu esperado retorno ao mundo da música, e não poderíamos estar mais felizes, principalmente quando remixes como este, do Motez, nos fazem lembrar o quão boas suas músicas solos eram. “Like I Love You”, seu excelente primeiro single, ganha nas mãos do produtor uma repaginada house no melhor estilo Azari & III, com direito a vocais ligeiramente modificados, uma batida pulsante e um drop na casa dos três minutos capaz de levantar qualquer alma viva. Um exemplo de como destruir (no bom sentido) uma pista de dança em cinco minutos.

Justin Timberlake – Like I Love You (Motez Remix)

.

Destiny’s Child – Independent Woman (SIROJ Remix)

destinys-child-love-songs-1357836812-custom-0-300x300E o Justin Timberlake não foi o único que anunciou o retorno para 2013. Apesar de ser apenas por um único single, parte de uma coletânea, o Destiny’s Child lança este mês uma nova música, e, para lembrar dos clássicos, o SIROJ deu uma repaginada em “Independent Woman” com toques de italo-disco, deixando a música mais deliciosa e dançante do que nunca, culminando na oportunidade perfeita para celebrar o retorno de Beyoncé e suas garotas.

Destiny’s Child – Independent Woman (SIROJ Remix)

.

Estelle – American Boy (Moustache Machine Remix)

tumblr_mdvjneifgt1rtk1p0o1_1353562733_coverItalo-disco é novamente a palavra da vez neste remix do Moustache Machine para “American Boy”, da Estelle com participação do Kanye West, que aqui ganha guitarras funkies, sintetizadores estilo Chromeo e uma produção toda moderninha. E o sentimento é de pura nostalgia, com batidas casando perfeitamente com os vocais de Estelle e com aquele que é um dos refrões mais icônicos da década passada. Aperte e play e prepare-se para dançar como se estivesse ouvindo pela primeira vez.

Estelle – American Boy (Moustache Machine Remix)

.

Solange – Losing You (Junior Sanchez Remix)

Solange-Losing-You04-300x300Solange nos pegou de surpresa e acabou lançando de última hora um dos melhores singles pop do ano. “Losing You” recebe agora seu melhor remix até então, pelas mãos do Junior Sanchez, que nos engana a princípio ao trazer uma introdução idêntica à original, até transformar a produção em uma daquelas com transtorno de “múltiplas personalidades”, onde as batidas mudam de ritmo a todo instante, mas sem esquecer do fundamental: te fazer dançar.

Solange – Losing You (Junior Sanchez Remix)

.

Passion Pit – Carried Away (Reich & Bleich Remix)

Passion-Pit-Gossamer1Se você está se perguntando o porquê da quantidade absurda de remixes para “Carried Away”, novo single do Passion Pit, talvez o fato de que a banda está fazendo uma competição entre produtores explique o número. Depois de ouvir inúmeras versões (acredite, ouvimos pelo menos umas 15) , para nós, além do Viceroy, quem ganha a taça é o Reich & Bleich, que prefere optar pelo caminho mais seguro, dos 128 bpms, mas produz um remix redondo, divertido, alto-astral e dançante do início ao fim, como todo bom remix deve ser.

Passion Pit – Carried Away (Reich & Bleich Remix)

.

Justin Bieber – As Long As You Love Me (Louis La Roche Remix)

6d77bf68e36ff750c596c1ab1d4663c4f7a17a07Calma. A única vez que postamos uma música do Justin Bieber aqui foi num Friday Mixes zuado de primeiro de abril, mas esta versão de “As Long As You Love Me” (sem comparações com a original por motivos de: nunca ouvi) pelo Louis La Roche é incrível. Pegando a onda de sucesso do new-disco, o jovem produtor aproveita pouco dos vocais de Bieber e distorce, recorta e brinca a vontade a favor das batidas, que aqui estão dilacerantes, diga-se de passagem. Ouça sem medo porque, no final, a canção é 100% Louis La Roche.

Justin Bieber – As Long As You Love Me (Louis La Roche Remix)

.

Rihanna – Loveee Song (Brenmar Remix)

rihanna-unapologetic-300x300A nova cena da música eletrônica do Reino Unido está quente, com nomes como Disclosure, Bondax (logo abaixo) e diversos novos produtores voltando com produções inovadoras, criativas e completamente dançantes. Aqui, o jovem Brenmar decide brincar com “Loveee Song” da Rihanna com participação do Future, e acaba transformando o R&B sedutor da original em um número esquizofrênico, agitado e que te surpreendente a todo instante com a dança de suas batidas, sempre em constante transformação.

Rihanna – Loveee Song (Brenmar Remix)

.

AlunaGeorge – You Know You Like It (Bondax Remix)

AlunaGeorgeApesar do remix acima ter quase 110 bpm e este aqui 135, a descrição acima se aplica diretamente para o que o Bondax fez com “You Know You Like It”, dos queridinhos AlunaGeorge. O R&B-geek da dupla ganha ares mais ousados e descontraídos nas mãos dos produtores britânicos, que jogam o ritmo nas alturas junto a sintetizadores, samples recortados e batidas fortes, que fazem do número ainda mais urgente e dançante que a versão original.

AlunaGeorge – You Know You Like It (Bondax Remix)

.

[PACOTE COMPLETO] ♫ Friday Mixes #54 (D/L: Botão direito, Salvar como…)

A mixagem dessa edição foi feita pelo DJ Amplis, residente das festas Rifferama (rock dançante) e Discothèque (dance music), ambas no dDuck Club, em Belo Horizonte. Confira suas outras mixagens e siga-o no Mixcloud!

A seção de cover está de volta, quem sentiu falta? Ouçam dois covers quentíssimos, e um do ano passado, o de “D.A.N.C.E,” mas o melhor na minha opinião!

.

Everything Everything – What’s My Name (Rihanna Cover)

Tem como falar de covers sem citar o famoso programa Radio 1 da BBC? Pra completar a tradição de covers inusitados, o Everything Everything resolver dar uma roupagem mais roqueira à música mais classy da Rihanna, “Whats My Name”. Eu sinceramente ainda não enjoei da versão original, e enquanto o vocal estridente da banda não se encaixa tão bem quanto o  suave da Rihanna, os caras mandam bem, e chamam até uma outra cantora para ajudar nas partes mais difíceis. Então ouve aí e mate sua curiosidade, só não fique surpreso se se sentir um pouquinho decepcionado.

Everything Everything – What’s My Name (Rihanna Cover)

.

Telephoned – All Of The Lights (Kanye West Cover)

O Telephoned já é expert em covers. Esse duo que apareceu na edição de covers passada fazendo um cover do Yeasayer, volta aqui com uma versão não-tã0-legal do maior-futuro-hit do Kanye West, “All Of The Lights”. Mandando embora Rihanna e os outros 10 convidados, a banda ainda adiciona batidas que lembram o funk carioca e leves sintetizadores, além de colocar o doce vocal da “house diva” Maggie Horn para ficar repetindo o refrão. O resultando não é tão bom quanto o outro cover ou o primeiro single da banda, que você também já ouviu aqui, mas vale pela intenção.

Telephoned – All Of The Lights (Kanye West Cover)

.

Hawa – D.A.N.C.E. (Justice Cover)

O melhor, disparado, cover dessa edição, Hawa e seu gingado soul soa como se a Amy Winehouse resolvesse incluir um cover do hit do Justice em seu novo disco. Um soul com cara de atual, embora tenha sido lançado no começo do ano passado, as batidas electros moderninhas do duo francês são substituídas por arranjos vintages que tranformam a música no maior clássico dos anos 2000 que poderia ter sido lançado nos anos 70. Vale a pena baixar, ouvir, e se apaixonar de novo pela música.

Hawa – D.A.N.C.E. (Justice Cover)

.

Eis aqui a música mais esperada do novo disco do Kanye West, “All Of The Lights”. Desde o curta “Runaway” e o preview da música nele, a internet estava esperando ansiosamente por essa canção, logo após também saber que a faixa teria a participação de 11 convidados. “Uma bagunça isso vai ser”, logo pensei. Mas com 5 minutos apenas, e as participações de Rihanna, Elton John, Fergie, John Legend, The-Dream, Ryan Leslie, Tony Williams, Charlie Wilson, La Roux, Alicia Keys e Kid Cudi, a faixa é a melhor coisa de hip-hop que já saiu esse ano. E ao contrário do que pensei, a faixa não é uma bagunça, muito pelo contrário. As participações (fora a da Rihanna e da Fergie), são bem sutis, e nos deixa até um pouco decepcionado se você pensou que iria ouvir um dueto entre La Roux e a Alicia Keys. O mais legal é ouvir e reparar aonde cada artista se encaixou, desde backing vocals (Alicia Keys), a refrões completos (Rihanna) e pianos (Elton John). Enfim, se tem uma faixa que todos queriam ouvir do My Beautiful Dark Twisted Fantasy é essa aqui, e partir de agora, com uma das melhores músicas do rapper em mãos, a espera até dia 22 de Novembro vai ser uma mais tranquila.

Kanye West – All Of The Lights

E o cara fez de novo. Depois do brilhante porém curto clipe de “Power”, Kanye West nos traz um video-clipe de nada mais, nada menos que 35 minutos. É bem provável que você já tenha visto links e mais links para ver o vídeo, mas eu sei que a duração do vídeo assusta, e sei também que tem muita gente que ainda não teve paciência de ver ainda. Então cabe a mim te recomendar mais uma vez: pare o que estiver fazendo e assista agora a esse vídeo. Todos nós já ouvimos “Runaway”, o novo single do cara, e sabemos também que o My Dark Twisted Fantasy chega agora em Novembro, mas o que o cara fez aqui vai te deixar surpreso. Cheio de efeitos especiais (alguns fantásticos, outros nem tanto), uma fotografia belíssima e uma direção de arte de dar inveja, o vídeo por si só é um espetáculo a parte, mas o que me comprou aqui foi, mais uma vez, a música.

Selita Banks em Runaway

Selita Ebanks em Runaway

Basicamente, Kanye fez um “minimix” do seu novo álbum aqui, com bons minutos de cada canção (e 7 belos minutos dedicados à “Runaway” especificamente), que juntos além de dar o tom ao curta, contam a história de um “amor impossível”. O lance é que nenhuma das nove faixas mostradas aqui são chatas, pelo contrário, algumas são uma das melhores que já ouvi esse ano, e até mesmo algumas músicas do G.O.O.D. Fridays como “Devil In A New Dress” soam melhores aqui, seja pelo contexto ou pela produção melhorada. Espere só até você ouvir “All of the Lights”, com a Rihanna, acompanhado por uma sequência de fogos de artifício sob uma parada carnavalesca, ou até mesmo o emocionante finale com “Lost In The World”, com o Bon Iver, que você vai entender o que estou falando.

A coisa aqui é grandiosa, e só te deixa na vontade de ouvir o álbum completo. Uma bela jogada de marketing ou um extravase do ego de Kanye, que é o próprio diretor aqui, seja o que for, o cara elevou o jogo mais uma vez, e na história moderna dos video-clipes, eu pelo menos nunca vi um projeto tão ambicioso e milimetricamente produzido. Assistam sem pausar o vídeo acima, e fiquem com a emocionante “Lost In The World”, uma nova versão de “Woods”, do Bon Iver.

♫ Lost In The World (Feat. Bon Iver)

Semana passada era véspera de feriado (ou SWU pra quem foi) e nada mais justo do que tirar uma folguinha, né? Não se preocupem, pois a seção mais querida do blog chega agora, mais testada e aprovada do que nunca! Com duas semanas de remixes saindo e um feriado regado a festas, pude testar todos eles e comprovar que sim, eles funcionam! De quebra temos alguns remixes que você já deve ter visto em outros lugares essa semana, e se esse for seu caso, parta direto pros mais novos! Se perdeu algum outro Friday Mixes também, basta clicar em “Remixes” alí na barra lateral que você terá os remixes mais quentes do ano. Aperta o play e bom final de semana!

.

Jessie J – Do It Like A Dude (Labrinth Remix)

PARA OUVIR: SE ANIMANDO PARA SAIR

Você já ouviu e (pelo visto) aprovou a original nesse post aqui, e mal posso esperar pelos remixes da música surgirem. Esse aqui, feito pelo Labirinth, é o primeiro da safra, e soa mais como uma nova re-edição da faixa do que como um remix propriamente dito. A produção aqui, pra você ter ideia, assim como a original mistura vários estilos, começando com um groove anos 80 e terminando com reggae. Claramente não feito para as pistas, mas divertida para se ouvir em casa, alternando com a original, pra te deixar animado pra sair e improvisar na noite!

♫ Jessie J – Do It Like A Dude (Labrinth Remix)

.

La Roux – In For The Kill (Kanye West Remix)

PARA OUVIR: TOMANDO BANHO.

Esse remix foi muito falado durante a semana, mas simplesmente não pude deixar de postá-lo aqui. Kanye West pula no hit de La Roux e adiciona seu próprio toque, mudando algumas batidas da música que claramente soam como algumas outras do cara agora. Para melhorar, ele ainda adiciona um rap na metade dela, e nos deixa mais ansiosos ainda ao dizer que La Roux participará de seu novo álbum, o My Beautiful Dark Twisted Fantasy, que está agendado para Novembro. Alguém não está ansioso para ouvir a próxima da dupla?

♫ La Roux – In For The Kill (Kanye West Remix)

.

The Ting Tings – Hands (Passion Pit Remix)

PARA OUVIR: SE ARRUMANDO

Eu já disse aqui que não me simpatizei muito com essa nova dos Ting Tings, e mantenho minha opinião. O Passion Pit, entretanto, mostra que não está parado e resolve tentar dar um up na faixa, que cá entre nós, só os remixes para salvar. De qualquer forma, este aqui não é a coisa mais impressionante do mundo, mas os sintetizadores que são marca da banda certamente deixam as coisas mais atraentes. Em outras notícias, o álbum do Ting Tings foi adiado para o ano que vem, e espero sinceramente que tenham um novo single até lá. É só aguardar agora.

♫ The Ting Tings – Hands (Passion Pit Remix)

.

Cee-Lo – Fuck You (Le Castle Vania Remix)

PARA OUVIR: BEBENDO

Já postamos um remix dessa música, um cover, e agora estamos apresentando um novo remix. E digo que (assim como direi novamente aqui em baixo) não faria isso se não valesse a pena. O Castle Vania aqui não muda muito a faixa, mas adiciona batidas mais dançantes e sem soar agressivas, que vão cair como uma luva para você ouvir em qualquer ocasião, e caso você esteja enjoado da original (como eu estava) dê uma chance a esse remix que simplesmente não para de tocar aonde quer que eu vá. Certamente fará o seu dia melhor.

♫ Cee-Lo – Fuck You (Le Castle Vania Remix)

.

Kanye West – Power (DJ Kue Remix)

PARA OUVIR: NO CARRO COM OS AMIGOS

Eu queria muito riscar o nome do DJ Kue ali em cima e colocar Daft Punk. Sério. E aposto que todos cairiam. Com as vozes alteradas que lembram bastante os DJs mais queridos do planeta, Kanye-robô repete “No one man should have all that power”, em toda a música, sobre um ritmo acelerado, que na metade de seus 6 minutos dá espaço para quase dois minutos da versão original, que numa mixagem perfeita volta para o batidão no último minuto, a tempo para você aproveitar mais a pista. Esse é pra te acelerar.

♫ Kanye West – Power (DJ Kue Remix)

.

Rihanna – Only Girl (Rhyno Mashup)

PARA OUVIR: NA PISTA

Assim como disse ali em cima, não postaria um remix de uma música novamente a não ser que vale muito a pena. E esse vale. Na verdade, a primeira vez que ouvi esse remix, ou melhor, mashup, eu não gostei. Achei agitado demais, vendido, como se ele fizesse de tudo pra você gostar. E agora aqui estou, dizendo as mesmas características, só que para você baixá-lo. Talvez ele só faça sentido na pista de dança ou quando você estiver bêbado, mas adianto que ele vai usar todos os artifícios possíveis para te fazer dançar, como uma crescente batida em pleno verso da música, que só consegue ficar maior quando chega no refrão. Se achou confuso demais agora, ouça bêbado e deixe nos comentários a experiência depois.

♫ Rihanna – Only Girl (Rhyno Mashup)

.

The XX – VCR (Four Tet Remix)

PARA OUVIR: FAZENDO SEXO

Esse aqui também esteve por toda parte algumas semanas atrás, mas só agora achei uma versão com qualidade boa da música, e agora sim estou postando. Se você gosta de Four Tet deixa eu te falar uma coisa: assim como ele usa diversos samples em suas músicas, imagine “VCR”, uma das melhores do the XX, como sendo apenas mais um deles, pois a música aqui soa sem dúvidas como se fosse uma obra original do cara. Se você não conhece nada do projeto, saiba apenas que sua música na maioria é um eletrônico suave, sexy pra caralho, e o There Is Love In You, trabalho desse ano, é o melhor CD para fazer sexo que já ouvi. Ou quase ouvi.

♫ The XX – VCR (Four Tet Remix)

.

The Killers – Smile Like You Mean It (TGIK Broken Heart Mix)

PARA OUVIR: NA VOLTA VENDO O SOL NASCER

Eu amo The Killers, que na verdade é uma das minhas bandas favoritas. Dito isso, ainda falo que “Smile Like You Mean It”, é uma das minhas favoritas da banda, e se você não conhece a música provavelmente não gosta dos caras. A música aqui vai ser perfeita para distorcer a sua vista durante o nascer do sol, graças às batidas dubstep que o remix ganha, além de novos sintetizadores e arranjos futurísticos que emulam trompetes, que vão criar um clima calmo e ideal para você ver o sol nascer como se fosse 2021.

♫ The Killers – Smile Like You Mean it (TGIK Broken Heart Mix)

.

Créditos: Feral Party Kids, SKA & Kick Kick Snare
.