Archives For kylie minogue

6061308983_6f12cd4224_b

Estamos apostando nossas fichas na Florrie há quase 3 anos, quando ela ainda era uma semi-desconhecida. Por trás dessa fofurinha de cabelos loiros está a vocalista, multi-instrumentista, modelo e (quase) dançarina Florence Arnold, que já teve algumas de suas músicas comentadas por nós, como “Give Me Your Love“, “Call Of The Wild“, “Begging Me” e “Experimenting With Rugs“. Mas mesmo com os burburinhos em 2010 e 2011, Florrie andava meio esquecida. Há poucos dias, entretanto, a cantora voltou à tona com uma nova música, que é trilha sonora para uns fones de ouvido da Sony. Apesar disso aqui não ser merchandising, não há como negar que o combo se trata de uma perfeita jogada de marketing, visto que nada melhor que um bom fone de ouvido para nos imergir e nos fazer ouvir em looping cada um dos detalhes de suas músicas.

A nova canção, “Live a Little”, é sem dúvida uma das melhores de sua carreira e chega ainda mais recheada de detalhes. Contando com um trompete genial que parece ter saído de “Crazy In Love”, da Beyoncé (e que faz da música uma verdadeira fanfarra), a ação promocional ainda traz um clipe de ideia geniosa, onde Florrie e seus clones tocam cada um dos instrumentos que compõe a produção, alternando entre trompete, bateria, baixo, guitarra, tambourine e sem esquecer das graciosas palminhas. Com arranjos sensacionais e uma percussão muito bem elaborada, a faixa ainda conta com um delicioso refrão que te põe pra cantar e dançar logo de primeira, consolidando o pop classudo de Florrie como uma versão mais alternativa e moderninha da Kylie Minogue. Com a nova faixa, a impressão que fica é que Florrie se atirou de cabeça para o sucesso, nos deixando ainda mais ansiosos por um álbum completo.

Florrie – Live A Little

Studio-Killers-Ode-To-The-Bouncer-DJ-XDC-Bootleg

A única coisa que a gente não gosta dos suecos do Studio Killers é o ritmo do lançamento de suas músicas. Formado por Cherry, uma party-girl que mais parece uma versão drag da Kylie Minogue, Goldie Foxx, uma raposa hipster, e Dyna Mink, o castor e produtor do grupo, apresentamos o trio em 2011 com a excelente “Ode To The Bouncer” e sua produção synth-pop eufórica, e em 2012 o grupo cartoon voltou com “Eros & Apollo”, mas ainda sem novidades sobre sua real identidade ou muito menos notícias concretas sobre um disco.

Neste mês, entretanto, apesar de não divulgar muitas novidades, a banda lançou mais um single, a feminista “All Men Are Pigs”, que já havia sido apresentada por aqui em uma versão não finalizada. Como um verdadeiro hino de guerra que expressa todo o repulso pelo sexo masculino, a canção só não é mais agressiva quando você pára pra pensar que metade da banda é composta por animais e que a própria vocalista, Cherry, é de fato um homem, como revelado na própria letra – muito sagaz, diga-se de passagem. Para acompanhar as citações à Simone de Beauvoir e filmes noir, o trio traz uma produção euro-disco cheia de sintetizadores e batidas frenéticas, como visto nos outros singles, que aliadas a um refrão extremente grudento e versos cantados a todo gosto pela vocalista, acabam transformando o pequeno lançamento no mais divertido do grupo, independente do sexo que você for.

Studio Killers – All Men Are Pigs

Katy Perry – Electric Feel (MGMT Cover) (Blood Bats Bootleg)

Esse cover da Katy Perry já saiu tem um tempinho, mas o Blood Bats fez uma coisa diferente aqui: pegou a voz de Katy, colocou sobre o ritmo da versão original e ainda mudou alguns detalhes mínimos na música. Os arranjos da versão acústica da cantora se misturam perfeitamente com as batidas da original, transformando o cover em praticamente um novo take do hit do MGMT. Coloque a faixa como “bonus track” do Teenage Dream e tenha a melhor música da Katy Perry.

♫ Katy Perry – Electric Feel (MGMT Cover) (Blood Bats Bootleg)

.

Clare Burson – We Used to Wait (Arcade Fire Cover)

Já postamos um cover do The Drums para uma das melhores músicas do The Suburbs, mas cá entre nós, ficou tudo bem previsívil. Não que este cover aqui da Clare Burson seja melhor que o original (nenhum jamais será), mas que ele é mais ousado isso não podemos negar. O cover arrisca numa versão mais country da música, e tem a até então desconhecida cantora usando sua bela voz para fazer as mesmas harmonias vocais que Win e sua trupe. Vale a pena ouvir.

♫ Clare Burson – We Used to Wait (Arcade Fire Cover)

.

Little Girls – 10 Mile Stereo (Beach House Cover)

A banda de post-rock Little Girls fez o esperado aqui, um versão post-rock de uma das mais belas músicas do Teen Dream, vale ressaltar, um dos meus discos favoritos do ano. Se não conhece a banda, imagine toda a bagunça do No Age, mas com uma veia mais melódica. De qualquer forma, o cover obviamente chega como uma das mais pops do grupo, mas que não deixa de adicionar algumas cicatrizes à doce música do Beach House.

♫ Little Girls – 10 Mile Stereo (Beach House Cover)

.

Chiddy Bang – Don’t Worry Be Happy (Bobby McFerrin Cover)

Não sei se é só eu, mas a lembrança que tenho desta música é daqueles peixes americanos de brinquedo que se desdobram e começam a assoviar a música. Se você conseguiu identificar a canção que estou falando agora, vai ficar surpreso com o que Chiddy fez aqui. Na verdade, nada surpreendente. Samples de música famosa mais os raps de Chiddy, até aí ok, mas o fato mais curioso foi saber que a música foi inteiramente feita ao vivo, após alguns leitores terem dado alguns tópicos pro rapper falar sobre, misturando tudo num freestyle animal. Se quiser, pode conferir o vídeo todo aqui.

♫ Chiddy Bang – Don’t Worry Be Happy (Bobby McFerrin Cover)

.

Kylie Minogue – Wonderful Life (Hurts Cover)

A canção mais bonita de suicído acaba ganhar um cover de Kylie. Após ter uma de suas próprias músicas regravadas pelo Hurts, a cantora resolveu retribuir o gesto gravando o maior hit do duo. O resultado é o esperado, a canção ganha arranjos mais acústicos e fica simplesmente maravilhosa com o vocal da Kylie, e nos deixa na vontade de ouvir uma versão mais completa produzida pela moça.

♫ Kylie – Wonderful Life (Hurts Cover)

.

A seção de covers está de volta, revitalizada e por enquanto sem data especial na semana. Curtam os covers abaixo e se preparem para os próximos que estão por vir.

.

Miike Snow – In For The Kill (La Roux Cover)

Acho que toda semana arranjo um jeito de postar algo novo sobre o Miike Snow. Ou toda semana sai mesmo algo deles que vale a pena ser postado? Se você acha que eu exagero, melhor parar e prestar atenção pelo menos nesse cover, que eu sei que você está curioso pra ouvir. E sim, é tudo aquilo que você espera. A melódica música da La Roux perde aqui os ares de verão e ganha aqui ares de inverno (Snow…), com sintetizadores que dão um novo clima e uma ambientação mais sombria à alegre música, que vão crescendo até explodir no final. Tipicamente Miike Snow, inclusive na qualidade.

♫ Miike Snow – In For The Kill (La Roux Cover)

.

Tricky – Piece Of Me (Britney Spears Cover)

Enquanto meio mundo ainda para pra gravar (e ouvir…) covers da Lady Gaga, que tal revisitar algumas das melhores canções pop dos anos 2000? Britney, é claro, possui uma bela porção delas, e “Piece of Me”, seu hino de libertação, ganha aqui o melhor tratamento possível nas mãos de Tricky, sim aquele astro de hip-hop/trip-hip/rock dos anos 90. Com os vocais sujos e intoxicados de Frank Riley, a versão tem sua velocidade reduzida e ganha belos arranjos de orquestra, com violinos e até mesmo gaitas, se tornando mais um belo e estranho cover em homenagem à cantora pop.

♫ Tricky – Piece Of Me (Britney Spears Cover)

.

Hurts – Confide In Me (Kylie Minogue Cover)

Esse já está circulando a um tempinho na blogosfera, mas não machuca postar né? Piadas a parte, Hurts, que virou minha mais nova obsessão da noite pro dia, depois de fazer uma parceria com a Kylie Minogue na música hedonista mais gospel do ano, resolve aqui fazer um cover da bela “Confide In Me” da moça. A música já era uma das mais darks da princesa-pop-australiana, mas aqui a situação só piora (na verdade, melhora) com os vocais dramáticos de Theo, que  ganham todo o auxílio dos sintetizadores e pianos já clássicos (e pretenciosos) do duo.

♫ Hurts – Confide In Me (Kylie Minogue Cover)

.

Pra falar a verdade eu nunca gostei de nenhum single do HURTS. Wonderful Life, o primeiro deles, lançado no começo do ano, nunca me conquistou, e os outros singles soavam como uma fracassada tentativa de popstars tentando ser rockstars, com canções tão pretenciosas que deixariam o Brandon Flowers com inveja. Com o CD em mãos, o Happiness, mudei um pouco de opinião. A nova versão de Wonderful Life é maravilhosa, e tirando os outros singles, as canções representam o mais fino do pop-melancólico de hoje. Óbvio que a canção que me fez mudar de ideia foi esta aqui, com participação da diva-pop-australiana Kylie Minogue, uma delicada canção sobre as tentações carnais, mas que por ironia ou não soa mais como uma música que você poderia ouvir numa igreja. Baixe a música e o disco completo aqui ao lado.

♫ HURTS – Devotion (Feat. Kylie Minogue)

Você já ouviu o primeiro single da Kylie aqui, e se se decepcionou, não se desespere. O novo álbum, Aphrodite,  já está bombando rede a fora, e como já esperado, o segundo single, Get Outta My Way, é a melhor canção do disco. Uma representação perfeita do que uma música pop deve ser, alto astral, divertida e sem complicações, ela não apenas lembra da importância de um refrão marcante como acrescenta dois que irão impregnar sua cabeça por dias. Produzida por Stuart Price, a música é totalmente Kylie, acompanhando o tom de voz suave que só ela sabe fazer, e está destinada a ser o hit deste CD. Embora não seja inovadora até mesmo para os padrões da cantora, a música é incrível e eu recomendo a todos darem uma chance.

♫ Kylie Minogue – Get Outta My Way

Uma dose de remixes a tempo de uma sexta feira a noite.

Kylie Minogue – All The Lovers (Fear Of Tigers Remix)

O mais novo remix do Fear of Tigers tranforma All The Lovers, que apesar de legal é bem paradinha, em uma canção extravagante e pronta para aquele fim de balada quando todos estiverem bêbados. O clima da música permance e embora a duração extendida, o remix não é cansativo, embora uma edição reduzida seria ideal. Visto no PopJustice.

♫ Kylie Minogue – All The Lovers (Fear Of Tigers Remix)

.

Usher vs Sleigh Bells – Oh My Kids (The Hood Internet Mash Up)

Cansei de falar aqui que o The Hood Internet são os meus DJs favoritos, pois além de originais, eles são antenados. Aqui, pegam duas favoritas do momento: uma dos indies e uma das rádios. OMG, não vou desprezar, é uma canção bem divertida, mas veja bem o que eles fizeram com ela nesse remix.

♫ Usher vs. Sleigh Bells – Oh My Kids (The Hood Internet Mash Up)

.

Bob Marley – I Wanna Know Now (MGMT, Xamphoon Jones Remix)

Pedras vão ser tacadas por esse post, pois alguns dizem que em clássico não se mexe. E é lógico que não tem comparação aqui, mas me diz quando você imaginou ver o clássico do Bob Marley misturada com a famosa Kids de 2008? Vá com a cabeça aberta e encontre um dos mash-ups mais refrescantes que já ouvi.

♫ Bob Marley – I Wanna Know Now (MGMT, Xamphoon Jones Remix)