Archives For le tigre

3epun_smlv_b7h9rz_gs63x2vcosf36ji3k3jnmkdfo

Não é de hoje que os irmãos David and Robert Perlick-Molinari, idealizadores do French Horn Rebellion, vêm animando nossas playlists com seus singles prontos para colocar todo mundo pra dançar, e o motivo é apenas um: os caras também nunca dispensam uma boa festa. E é contando com este lema que os rapazes chegam agora com o seu novo single, “Girls”, uma ode ao sexo feminino que une os melhores elementos de suas produções aos vocais icônicos do JD Samson (Le Tigre/MEN) e com direito a um verso do Fat Tony.

Enquanto o começo te transporta imediatamente para a década de 90, a produção não se restringe a uma única década ou a um único estilo, passeando por diversas texturas ao longos dos seus frenéticos quatro minutos, que vão de batidas electro-pop, baixos cheios de groove e versos de hip-hop. Além da produção surpreendente, os quatro vocalistas da faixa (os irmãos mais os dois convidados) ajudam a diversificar as coisas ao manter com facilidade a atmosfera “festeira” da faixa, intercalando com fluidez vocais masculinos, femininos e andróginos que permanecem fiéis ao tema da faixa e ao lema dos irmãos.

French Horn Rebellion – Girls (Feat. JD Samson and Fat Tony)

O EP de Girls, que conta com mais uma inédita e dois remixes da faixa, chega no dia 25 de março.

Após o hype tremendo em torno de seu novo álbum, Bionic, ao convocar produtores de peso como Dj Switch, Santigold, MIA, Peaches, Le Tigre, Ladytron e Sia, o novo álbum de Aguilera pode soar como uma grande decepção para aqueles que esperavam o álbum pop mais indie dos últimos anos.

Felizmente, tudo o que você esperava (ou esperava ser surpreendido) está aqui nesta canção, com dedo e tudo mais da M.I.A. A letra, completamente nonsense, não poderia ter vindo de outra cabeça, assim como a mixagem, assinada pelo Dj Switch, reponsável pela produção de muitas faixas da cantora. A música é louca, vibrante, sem o menor sentido, e não há nada parecido com ela no momento. Não espere ver covers acústicos, ou que a música vire o clássico de 2010. Temos aqui entretanto uma divertidíssima canção, genuinamente pop. Os vocais aqui podem ser confundidos com o da própria MIA, que de tão contorcidos, soa como se Aguilera estivesse lutando pra deixar sua própria marca na faixa. Se ela consegue ou não, você pode conferir logo abaixo, mas não deixe essa pérola escapar.

Dica: só me faz ficar mais ansioso pro Maya, da MIA.

Continue Reading…