Archives For Max Frost

.

Max Frost chegou sorrateiramente, mas já começa a fazer barulho no cenário musical. A primeira música do artista foi a descompromissada e viciante “White Lies”, que parece uma associação do Electric Guest com o CeeLo Green. Já a nova música de trabalho aborda a retomada do autocontrole humano e tem uma levada mais calma, como se o Julian Perretta cantasse uma canção do Snorlax. Se depender da ótima mistura de vocais suaves, guitarras marcantes, pianos e sons eletrônicos de “Suspended Animation”, o EP Low High Low será bastante satisfatório. Previsto para o dia 8 de outubro, a estreia do cantor de Austin ganhou um vídeo de divulgação cuja filmagem é acelerada para que o público possa presenciar todo o processo de pintura de um quadro que forma a capa do EP.

262553_458284447579825_559089551_n

Max Frost é um artista relativamente novo no mundo da música. Começou sua carreira com trabalhos de mixagem para badaladas festas americanas, até que, pouco a pouco, deixou de ser um nome da cena local de Austin, Texas, para ganhar as páginas de diversas publicações ao redor do mundo.

A atenção que Max tem recebido da blogsfera é basicamente graças ao seu primeiro e único single oficial até então, “White Lies”. Soando praticamente como uma mistura do Broken Bells com o Electric Guest, a produção parece mais uma obra do Danger Mouse do que do próprio rapaz, exibindo entretanto boas referências do funk/soul dos anos sessenta, enquanto os vocais em falsete lembram ao de Asa Tacone, do Electric Guest. Apesar das similaridades, a canção não deixa de ser divertida, com palminhas, riffs de violão, uma percussão descompassada e um clima nitidamente funky, que serve de fundo para a composição inteligente e seu recado simples e direto.

Max Frost – White Lies

Max atualmente encontras-se em estúdio trabalhando em seu primeiro disco de inéditas, que deve ser lançado pelo selo Atlantic Records.