Arquivos para MSMR

tumblr_m96pds5en11qe31lco2_1280

Quando o assunto é música eletrônica, não há como não falarmos da inegável força da cena alemã, mais especificamente de Berlim. E dentre tantas bandas do gênero, desde 2005 existe o trio Bodi Bill, cujos integrantes Alex Stolze e Mariechen Danz resolveram criar um projeto paralelo e, para formar o quarteto denominado Unmap, convidaram também os músicos Matthias Geserick e Thomas Fiet. Ainda sabe-se muito pouco sobre o projeto, ao passo que alguns sites especializados ainda descrevem a banda como “misteriosa”, mas bastou surgir o primeiro single para que houvesse um relativo sucesso nas rádios europeias - e com isso, muita fofoca em torno deles.

O single em questão, “When To Lead And When To Follow”, nos remete a muitas coisas boas, mas ainda assim, soa bem único e ímpar, o que é plausível. A música apresenta logo de cara uma batida forte mesclada a pianos fúnebres e violinos que fazem toda diferença, decretando a produção sombria que não se deixa consumir pela tristeza, dado as batidas ligeiramente dançantes e que pedem sua atenção. Como algo meio soul com uma pitada de R&B, a primeira impressão que temos é de estarmos diante um cover das irmãs Haim para a Família Adams, ou de uma versão menos séria do MS MR, mas em seguida, quando tomamos conhecimento do vocal grave (e às vezes um pouco rouco) de Mariechen Danz, nossas lembranças se direcionam à Fiona Apple. Com uma atmosfera urbana e muito bem trabalhada, daquelas que pregam na cabeça, temos certeza que “When To Lead And When To Follow” ainda dará muito o que falar.

Download: Unmap – When To Lead And When To Follow

O single será lançado no próximo dia 10 de maio através da gravadora Sinnbus. O primeiro álbum da banda está previsto para setembro.

OWLLE

Owlle é uma artista francesa que não pede apresentação, até mesmo pela escassez de informação encontrada  na internet. Com um EP lançado no final do ano passado, Owlle produz um dreampop eletrônico que parece buscar influências em produções entre Grimes e Robyn, e apesar de ser francesa, a artista pode facilmente ser confundida com algumas cantoras do pop britânico atual.

“Ticky Ticky” é o primeiro single da cantora e mostra que a artista tem potencial para estourar na mídia ainda esse ano. Com um começo sombrio, a música logo evolui para um pop eletrônico que se encaixa perfeitamente com a voz um tanto quanto séria e por vezes sombria de Owlle, que nos lembra de Lizzy Plapinger do MS MR, porém em uma versão mais dançante, que também contribui para o refrão grudento, que pode demorar algumas horas ou dias para sair da sua cabeça. O vídeo também é um bom complemento para a faixa, acompanhando a cantora caminhando por lugares variados e passando por cowboys dançarinos e bailarinas.

Owlle – Ticky Ticky