Archives For New Ceremony

Com tanta coisa pra postar a gente acaba se perdendo, e foi numa dessas que eu deixei o Dry The River passar. Eu só percebi que não tinha falado dos caras ainda, quando essa semana, comecei a rascunhar o post de melhores músicas de 2011 e vi que quase metade do meu top 10 não havia sido comentado por aqui ainda. Como um fã de Arcade Fire e The Killers, seria praticamente um pecado deixar o primeiro single dos caras, “New Ceremony”, de fora. Criados pela inspiração das narrativas elaboradas de Peter Liddle, pelo baterista punk-rocker e ex-desabrigado Jon Warren e o classicamente treinado William Harvey, a banda é um grande casamente inusitado que deu certo. Suas composições misturam rock, melodias góspeis e uma produção luxuosa, e que como podemos ver nesse primeiro single, são daquelas impossíveis de ouvir sem se entregar por completo.

“New Ceremony” começa de uma forma acústica, mas num passe de segundos toda sua intensidade é revelada, com violinos e  uma percussão poderosa, que se desdobram em uma encruzilhada de versos que se parecem com refrões e vice-versa, resultando em uma canção difícil de compreender a estrutura de início, mas impossível de não se apaixonar de primeira. Com guitarras que lembram o disco mais pretencioso dos The Killers, o Sam’s Town, mas mesclados com a urgência e a atenção demandada pelo Arcade Fire, essa é uma daquelas músicas que não podem ficar despercebidas por muito tempo, especialmente numa época onde o Arcade Fire ganha os maiores prêmios do ano e o Mumford & Sons são um sucesso de venda. Mas se “New Ceremony” é alguma indicação, o Dry The River promete abalar as estruturas de algumas bandas, se é que os caras consigam manter o mesmo ritmo depois desse single. Fiquem de olhos abertos para esses aqui.

Dry The River – New Ceremony