Arquivos para simian mobile disco

artworks-000033041060-ub2c6m-original

No submundo dos produtores independentes do Soundcloud e das diversas coisas que surgem a todo momento na internet, uma dupla me chamou atenção esses dias: Pale. Apesar de dividir o nome com mais dez artistas no perfil do Lastfm, os jovens londrinos se tornaram os mais executados com seus primeiros singles “Too Much” e “Doing My Time”. Abusando de referências eletrônicas que lembram um pouco o conterrâneo James Blake, eles criaram uma espécie de downtempo baseado em loopings quase minimalistas, marcados pela presença de um forte baixo. Os vocais, meio roucos e extremamente suaves, dão um tom sofisticado às músicas, com versos repetitivos porém bastante funcionais.

“Too Much”, produzida por Jas Shaw (um dos nomes por trás do Simian Mobile Disco), foi lançada oficialmente mês passado e é a primeira aposta deles. Uma música que não apresenta pretensões para a pista, porém que se deixa levar por um lado mais pop, seja pela letra claramente romântica ou pela forte composição do refrão que se fortalece em bases suaves que seguem toda a faixa. Já “Doing My Time”, segunda faixa do trabalho, segue mais agitada, com um som bem mais estourado e sintetizadores que chegam mais próximos ao R&B.

Pale – Too Much

Pale – Doing My Time

Para os que conhecem o Simian Mobile Disco apenas por nome ou só de ouvir erroneamente pela noite, uma pequena apresentação para demonstrar sua magnitude é necessária. É um duo formado pelo James Ford (produtor do Arctic Monkeys, Florence + The Machine, Klaxons) e James Shaw, que originalmente constituiam a banda Simian com mais dois integrantes (um dos quais agora integra o The Black Ghosts, outra banda imperdível), donos do hit Never Be Alone. Em seu último álbum contaram com participações pesadas como a Beth Ditto (hehe), Telepathe, Alexis Taylor e Gruff Rhys e criaram, na minha humilde opinião, a melhor música eletrônica do ano passado, Audacity of Huge. Ufa, acabei.
.
E depois de serem tudo isso, eles ainda querem mais, e agora vão se dedicar a projetos de apresentações ao vivo, em como “melhorar” sua música, especializar mais ainda sua gravadora Delicacies e trabalhar em cima de vídeos e performances para o seu live set. A partir desse intuito, eles viraram DJs residentes de uma festa nova-iorquina chamada FIXED e em breve lançam um mix CD com as coisas que eles tocam por lá. Nerve Salad foi a única faixa liberada até agora, mas já da pra sentir um gostinho do que vem por aí e ficar na vontade de que eles venham testar suas “habilidades” aqui pelo Brasil!
.