Arquivos para Splashh

tumblr_mxx972HA6v1qje4flo1_1280

Quando a Australia se junta com a California, a gente sabe que o resultado vai ser, no mínimo, interessante. A dupla Wunder Wunder é formada por nomes conhecidos, os produtores Aaron Shanahan e Benjamin Plant (do Miami Horror), que saíram de Melbourne para se instalar na ensolarada Los Angeles, dispostos a fazer música pra quem gosta de música. Os sintetizadores do Miami Horror ganharam os ouvidos de muita gente, e o Wunder Wunder (antes conhecido como Honeymoon) agora promete dominar as playlists dos fãs do pop psicodélico dos anos 60 e 70. Para quem não cansa do som do Tame Impala e do Splashh, o primeiro single da dupla, “Sure Stuck”, é uma ótima pedida.

A faixa começa com uma batida fácil de grudar na cabeça, e, graças a sintetizadores epidêmicos, em menos de um minuto já mostra a que veio. Os quase 7 minutos de música te levam numa viagem deliciosa, que tem cara de verão californiano e tardes caleidoscópicas. A vibe retrô do single faz jus à proposta da dupla de homenagear o pop psicodélico de décadas atrás, mas ao mesmo tempo é inegável que os sintetizadores do Wunder Wunder também podem te fazer pensar em como seria um pop psicodélico do futuro.

Wunder Wunder – Sure Stuck

artworks-000044985141-9c4mqt-t500x500-1

A gente não sabe muita coisa sobre o quarteto Splashh, mas pelo single “Sun Kissed Bliss”, que já foi postado aqui, deu pra sentir um pouco do garage distorcido e com cara de 90s rock que eles fazem. Dividindo-se entre a Austrália, a Nova Zelândia e o Reino Unido, a banda multinacional já tem single  lançado (e esgotado) pelo selo LuvLuvLuv (que tem história com Spector e Florence And The Machine) e recentemente anunciou o lançamento do primeiro disco.

Enquanto o debut não chega, a gente se delicia com “All I Wanna Do”, música que é uma amostra do Splashh um pouco mais psicodélica do que “Sun Kissed Bliss”. Soando bastante retrô no começo e te fazendo lembrar vagamente do Tame Impala nos tempos crus do Innerspeaker (2010), a melodia da faixa te faz viajar em 3 minutos, e tem cara de trilha sonora de viagem pela estrada. A batida cheia de vida que dá início ao single parece pouco lapidada quando se junta às guitarras provocantes do acid punk do Splashh, mas o efeito lo-fi é o que chama atenção. Lá pelo meio você já está pensando no rock alternativo do Pixies, lembrando um pouco do Doolittle (1989) e reconhecendo que “All I Wanna Do” pode ser a música que vai despertar o Splashh pro hype.

Splashh – All I Wanna Do

O primeiro registro da banda, Comfort, tem data de lançamento marcada para 3 de junho.

splashh

Estamos por aqui à espreita, cuidando de longe da banda Splashh desde o ano passado. Os burburinhos existem desde a formação do grupo, que tem como membros Toto Vivian, Sasha Carlson, Thomas Beal e Jacob Moore. Algo soa familiar? Talvez já tenha caído no esquecimento, mas Toto Vivian que até o momento era um total desconhecido, teve os holofotes mirados sobre si quando sua música “Washing Away” foi trilha sonora de um dos bombásticos comerciais de 2012 da marca de roupas TOPSHOP, que é a queridinha dos hipsters, antenados ou como queiram chamá-los. A música era sensacionalmente pegajosa, mas logo ficou pra trás nesse mundão de bolas-de-neve da informação. O Splashh ainda tem pouco material na rede, mas já podemos sentir de longe que vem coisa muito boa por aí. Apesar do gênero já estar meio saturado e cheio de bandinhas mais-do-mesmo, o Splashh consegue trazer frescor e vida nova ao surf-garage, punk-garage ou grunge-pop. Poucas ouvidas já me remetem a nomes de peso, tipo Yuck ou Tame Impala ou ainda influências lá nos 90′s com o Pixies ou Blur.

O nome da música serve como definição perfeita para si própria: “Sun Kissed Bliss” é literalmente o “Sol que Beijou a Felicidade” – aliás, o tema  sol e verão são recorrentes em músicas dessa estética  meio surf, meio psicodélica. Guitarrinhas com riffs simples e repetitivos, bateria e baixo acompanham perfeitamente a sintonia da música. O que não podia faltar era o efeito de distorção no vocal, deixando-o meio hazy, algo entre nebuloso ou obscuro, que é exatamente como a música soa. O álbum de estreia, já tem nome, Luv Luv Luv será lançado ainda esse ano. O mundo da música tem memória curta, tá aí de novo trazendo à tona a mesma temática que bombou há alguns anos atrás. Tudo para fazer do verão a melhor época do ano.

Splashh – Sun Kissed Bliss