Archives For The Endless Field of Mercury

Sempre tem algum disco ou banda injustiçada no ano. Quem conhece o blog já sabe da raiva que passei em 2010 ao ver discos como o do The Limousines e do Steel Train passarem batidos pela crítica especializada, e esse ano parece que a bomba vai cair nas mãos do ANR. Falei deles em Fevereiro aqui no blog, assim que o disco foi lançado, e do seu som, que assim como o MGMT, puxa para o lado psicodélico do pop, mas sem esquecer os refrões e a acessibilidade desse gênero. Se você ainda não ouviu o disco, recomendo que faça agora, pois assim como “Stay Kids” e “Big Problem” (que ganhou um clipe sangrento e maravilhoso), “The Endless Field of Mercury” é mais um, literalmente, belo motivo para dar mais atenção à banda.

Localizada no centro do disco, ela é exatamente a que mais brilha em termos de produção e organização de melodias. Começando com um doce coral de fundo, pianos e um vocal quieto, a canção vai se revelando com uma percussão forte, synths, guitarras e vocais que vão aumentando de tom de pouco a pouco, até chegar aos gritos no final, que a propósito inclui até sinos de Natal. E ao final dos três minutos, quando você acha que já viu de tudo que a música pode oferecer, ela muda o tom completamente com leves sintetizadores para acalmar um pouco as coisas, concluindo essa grandiosa faixa com pouco mais de 5 minutos. O clipe, que a propósito acaba justamente quando ela muda de ritmo aos 3 minutos, acompanha o tom com cenas de um concurso de beleza que parecem ter sido gravadas em fita cassete. Assista e seja convencido de vez que o ANR tem um dos melhores discos do ano, mesmo que só pra mim e você.

ANR – The Endless Field of Mercury