Archives For The Preatures

.

Guitarras nervosas são o grande destaque da nova música do The Preatures, que será lançada oficialmente com outra canção no dia 23 de março. Enquanto a banda australiana não divulga a data de lançamento do aguardado debut, aproveite “Better Than It Ever Could Be”, que soa como uma harmoniosa mistura de Blondie, Fleetwood Mac, David Bowie e Joan Jett. O clipe do novo trabalho do The Preatures combina com a sensação psicodélica provocada pela música, graças a diversos elementos vintage usados pelo diretor Josh Logue. Depois de ver a vocalista Isabella Manfredi e os outros integrantes nos clipes de “Is This How You Feel?” e “Manic Baby”, é possível acompanhar os artistas em uma apresentação que brinca com uma estética cheia de elementos de programas de TV da década de 1970, bem como jogos de videogame retrôs.

.

A passagem do talentoso Rush Midnight pela Europa, pela Austrália e até pelo Brasil inspirou o ex-baixista do Twin Shadow a produzir o EP +1, que foi lançado em outubro e conta com músicas com uma vibe relaxante. É o caso de canções que já ganharam vídeos simples e eficazes, como “Crush” e “Dreaming Of An Island”. A música mais recente a ganhar um clipe para promover o EP é “The Night Was Young Enough”, que possui a mesma produção suave dos outros trabalhos do artista. Enquanto o álbum de estreia não chega, é possível curtir “Don’t Give Me Your Love”, que deve estar no debut, e também o videoclipe de “The Night Was Young Enough”, dirigido por Claudia LaBianca e Sam Ellison. No material, vemos o cantor e um baterista, além de várias dançarinas treinando em um ambiente dominado por uma fotografia avermelhada até o surgimento imagens em preto e branco das moças, com flashes que dão um ar ainda mais sedutor para a canção, que tem um clima oitentista semelhante a “Manic Baby”, do The Preatures.

.

Cada nova música de Wish Bone é uma comprovação de como Oh Land pode ser versátil sem perder sua personalidade. A canção da vez é “Pyromaniac”, que tem a mesma vibração retrô que a dançante “Manic Baby”, do The Preatures. Assim como em “Renaissance Girls”, o clipe de “Pyromaniac” abusa da expressividade da cantora dinamarquesa, que também mostra sua elasticidade em movimentos impressionantes. Os diretores Rasmus Weng Karlsen e Jasper Carlberg usam ainda registros estáticos que revelam momentos de intimidade da artista, que não tem medo de brincar com fogo e se arriscar na carreira.

.

Apenas alguns dias depois da divulgação de “Revelation (So Young)”, o The Preatures lança outra ótima música, dessa vez com direito a um videoclipe tão bom quanto o de “Is This How You Feel?”. Numa mistura de homenagem e sátira aos vídeos caseiros da década de 1980, o clipe de “Manic Baby” recorre à estética VHS para dar um ar vintage à música, que consegue a proeza de ter uma sonoridade atemporal, logo, a faixa pode fazer sucesso nas pistas atuais e poderia muito bem colocar qualquer um para dançar se tocasse em uma danceteria de décadas atrás. Dirigidos por Alex Ryan, os integrantes do The Preatures tocam em um cenário todo branco, onde dançarinos usam roupas, maquiagem e penteados retrô, movimentando-se sensualmente ao som da música, que está no EP Is This How You Feel?, lançado pelo quinteto australiano no dia 9 de agosto.

ThePreaturesIsThisHowYouFeel_AliMitton_EditorialShot-sitesized_zps79e57e03

Apesar do The Preatures ser uma banda australiana formada em 2010, eles parecem mais como uma banda californiana dos anos 70, ou então, como o delicioso primeiro single do quinteto, “Is This How You Feel?”, pode sugerir, as claras influências do Fleetwood Mac com uma roupagem mais moderna traz sérias comparações com as garotas do Haim – o que não é nada mal, diga-se de passagem.

Retornando com seu segundo single do ano, que precede um EP a ser lançado posteriormente, enquanto em “Is This How You Feel?” vimos uma banda repleta de guitarras energéticas e linhas de baixo dançantes, no novo single, “Revelation”, apesar de conter os mesmos elementos retrôs da anterior, o que temos é uma balada sombria regada de blues e linhas de baixo melancólicas, coroadas com os elegantes vocais de Isabella Manfredi. Funcionando da mesma forma que “Go Slow” foi para “Forever”, do Haim, a canção mostra uma nova faceta dos australianos, misturando guitarras faroeste a um refrão impactante para criar um número sensual e melhor aproveitado com um copo de whisky do que de cerveja.

The Preatures – Revelation

.

Quando anunciamos o quinteto australiano The Preatures, comentamos sobre a influência dos anos 80 na música. Com o videoclipe para Is “This How You Feel?” revelado, temos a confirmação com um visual retro, que nos faz viajar mais de trinta anos no tempo nessa aventura psicodélica. O diretor do clipe parece ter colocado uma pitada do velho rock’n’roll que combinado com o vocais animados de Isabella e Jak Orion soa a mistura na medida certa. O vídeo mais parece um grande desafio ao ouvinte, procurando alguém que não esteja mexendo o corpo no ritmo da música após os primeiros segundos. A banda é uma das mais promissoras do ano e parece disposta a marcar o seu território com esse single.

The+Preatures+3

Quantas novas bandas você conhece que assinaram logo de cara um contrato de nada mais, nada menos que CINCO discos com apenas algumas músicas em mãos? Pois é, antes de conhecer o quinteto australiano The Preatures – anteriormente conhecidos por The Preachers – nossa resposta também seria zero. E apesar de australianos, se antes não soubéssemos, chutaríamos facilmente que se tratava de mais uma banda californiana tomada das mesmas influências do Haim (diga-se, Fleetwood Mac, Blondie e o pop “com alma” dos anos 80), tamanha a similaridade entre as bandas, seja pelos vocais ou pela produção que passeia com leveza entre o vintage e o moderno. Entretanto, não estamos falando de mais uma “cópia” ou “apenas mais uma banda”: o The Preatures já é uma das nossas novas bandas favoritas e certamente será uma das suas logo após conferir seu novo single.

A música em questão, “Is This How You Feel?”, chega com um som descontraído e ao mesmo tempo totalmente cheio de atitude, parecendo não estar nem aí para a pressão da gravadora mas também sem demonstrar muita dificuldade em criar um perfeito hit indie. Os vocais de Isabella Manfredi passeiam com ferocidade pela música, acompanhada de uma guitarra funky, palminhas, batidas fortes e harmonias vocais bem posicionadas. Apesar da fórmula totalmente Haim, no segundo verso, com a entrada dos vocais do seu namorado, Jak Orion, as coisas começam a tomar forma própria, só para culminar em um eletrizante solo de guitarras no desfecho, que coloca um ponto final à selvagem história de amor da música. Basicamente, é uma suja canção de rock’n’roll disfarçada com um polimento pop, e certamente uma das músicas de estreias mais promissoras que ouvimos desde – sim – “Forever”.

The Preatures – Is This How You Feel?