Archives For twin shadow

.

A passagem do talentoso Rush Midnight pela Europa, pela Austrália e até pelo Brasil inspirou o ex-baixista do Twin Shadow a produzir o EP +1, que foi lançado em outubro e conta com músicas com uma vibe relaxante. É o caso de canções que já ganharam vídeos simples e eficazes, como “Crush” e “Dreaming Of An Island”. A música mais recente a ganhar um clipe para promover o EP é “The Night Was Young Enough”, que possui a mesma produção suave dos outros trabalhos do artista. Enquanto o álbum de estreia não chega, é possível curtir “Don’t Give Me Your Love”, que deve estar no debut, e também o videoclipe de “The Night Was Young Enough”, dirigido por Claudia LaBianca e Sam Ellison. No material, vemos o cantor e um baterista, além de várias dançarinas treinando em um ambiente dominado por uma fotografia avermelhada até o surgimento imagens em preto e branco das moças, com flashes que dão um ar ainda mais sedutor para a canção, que tem um clima oitentista semelhante a “Manic Baby”, do The Preatures.

anv-640x440

Autre Ne Veut é a banda de Arthur Ashin, que se intitula como o rei dos falsetes, e faz com que todas suas produções façam jus à isso. O seu primeiro álbum, Anxiety, lançado em fevereiro desse ano, causou comoção na crítica especializada com sua mistura de R&B, pop oitentista e um caleidoscópio de experimentalismo, que soa quase como uma mistura de Rhye, Jamie Lidell, Twin Shadow e muitos entorpecentes.

“Play By Play” faz parte do Anxiety, e é a primeira impressão que se tem do álbum, com uma produção que cresce e se transforma aos poucos, dando a impressão de várias composições em uma única música, onde cada verso parece ganhar uma roupagem diferente. Com um começo a base de sintetizadores oitentistas e um coro de igreja que logo se transformam em um drop envolvente, é com a ajuda dos comentados falsetes de Arthur, ao mesmo tempo estranho e sedutor, que a canção culmina em um dos refrões mais grandiosos do ano, que tem que ser ouvido pra ser acreditado. Como se não fosse o bastante para uma canção nada menos que épica, na segunda metade um vocal gospel divide os microfones com Ashin, encerrando a canção que certamente ficará marcada em seu 2013.

Autre Ne Veut – Play By Play

A maior novidade do rapaz, entretanto, se chama “On And On”, e foi lançada numa série de singles mensais com o Adult Swim. Com uma produção mais animada que “Play by Play”, “On And On” soa como uma mistura perfeita da produção tribal e eletrônica do Robert DeLong com os falsetes de Ashin. Aqui, a produção mirabolante e repleta de reviravoltas é deixada de lado, construindo um single mais consistente e simplificado, mas sem esquecer a essência do projeto.

Autre Ne Veut – On And On

O álbum Anxiety foi lançado em Fevereiro pela Mexican Summer.

Depois de lançar um dos melhores discos do ano, o estranho Twin Shadow acaba de soltar uma excelente faixa bônus do Forget, “A Place We Like”. A música pega o new-wave anos 80 do álbum e adiciona xilofones, violões e sintetizadores, e tem o cara alternando os vocais com o novato e melhor-amigo Hooray For Earth. Com um disco divido em 5 canções “festeiras” e 5 mais calmas, essa ótima faixa bônus se encaixaria melhor entre as mais agitadas, por trazer todo um clima de festa e celebração. Se você gostou do debut do Twin Shadow, pegue essa faixa sem medo, e se deixou passar despercebido, entra aqui que fiz um mega post do cara, então corre lá e conheça um dos melhores novos artistas do ano. Sobre o Hooray For Earth, li que está com um debut programado para 2011, então vamos ficar de olho também!

Twin Shadow – A Place We Like (Feat. Hooray For Earth)

Quem é Twin Shadow? Bem, enquanto o look do cara parece ter saídos dos melhores filmes de Bollywood, o cara vem direto dos anos 80. George Lewis Jr, o nome por trás do projeto, deve ter tomado muitas anotações dos clássicos do new-wave, pois a maioria de suas canções aqui poderiam muito bem ser o tema do baile de formatura dos seus pais se eles tivessem nascido nos Estados Unidos. Fato é, se você gostou do Diamond Rings que vinhamos postando aqui esse tempo todo, não pense duas vezes em conhecer o cara, que soa como uma versão mais adulta e menos imediata do outro projeto.

Menos imediata é a palavra certa aqui, pois embora as canções no fundo tenham como base a repetição e sejam bem pop, eu só fui parar pra gostar do Twin Shadow depois que fui ouvir (sem querer) pela quinta ou sexta vez. Mas daí, sinceramente, não consegui parar. Tudo começou com “Slow” e suas batidas pulsantes direto do new-wave, com uma baixo que bota moral desde o primeiro segundo. “Eu não quero acreditar / Nem Estar / Apaixonado”, canta o cara, numa canção que poderia ser trilha de qualquer filmezinho romântico dos anos 80, mas que aqui vai te fazer querer dançar mais estranho que o Napoleon Dynamite. A segunda faixa que me pegou foi “I Can’t Wait”, que já começa com o cara reclamando, “Mal posso esperar pelo verão”, ele canta, dessa vez mais meloso, mas sob uma floresta de sons luxuosos, guitarras em loop e delicados sintetizadores que soam como fadas.

Bollywood + Anos 80 = Genial

Bollywood + Anos 80 = Genial

A produção do disco, por sinal, fica a cargo do Chris Taylor, do Grizzly Bear, que inclusive vai lançar o disco do cara, pelo selo Terrible Records. Por coincidência, o Twin Shadow está ganhando um hype tremendo essa semana, depois do meu site favorito  e mais engraçado Hipster Runnof ter declarado como a “única banda nova do ano digna do hype”, e logo após o Pitchfork estampar seu selo de “Melhor álbum novo”, junto com uma bela nota 8.4. Hypes a parte, o CD está fortíssimo, e merece ser ouvido faixa por faixa. Pra completar, fiquem com o vídeo de “Slow” logo abaixo, que remete a uma polêmica propaganda da Calvin Klein dos anos 90, que retratava um casting de filme pornô. Mas calma, não é nada explícito, então pode assistir sem medo de ver o bigodão do cara. Sem mais, baixe o recém lançado Forget, aqui na nossa barra lateral.

♫ Twin Shadow – Slow

♫ Twin Shadow – I Can’t Wait

Veja o vídeo NSFW de Slow, clicando aqui!