Archives For Yeasayer

56680_474932415880857_1761542891_o

O electro envolvente do duo australiano DEJA já ultrapassou as fronteiras de Melbourne há algum tempo. O projeto dos produtores Haxx e Rromarin nasceu em meados de 2010, e chama atenção por dar charme aos sintetizadores. Mas ao mesmo tempo, tem uma aura um pouco diferente da maioria dos atos de synth-pop que a gente vê por aí, afinal, o objetivo do DEJA não é te levar pra pista de dança, e sim te fazer embarcar na viagem futurística que é cada uma das suas faixas. “Holiday” já tinha mostrado isso com bastante clareza, fazendo uso de diversos sons para garantir suas batidas vigorosas e versos grudentos, e agora o primeiro lançamento deles em 2013 reforça a cara future-pop da dupla.

Com “Still Falling”, o DEJA chega menos pop e talvez mais chillwave do que nunca. O som está cada vez mais enraizado nos sintetizadores e inspirado no mundo digital, o que dá uma alma futurista sem igual para a faixa. Dá pra perceber que é uma tentativa de fazer um electro psicodélico e introspectivo, soar meio enigmático, trabalhando com muitos elementos que podem te remeter ao Neon Indian e ao Yeasayer, e que demonstra uma forte influência do Röyksopp em seu som. Apesar de não ser o alvo da música, não é difícil se imaginar sendo envolvido pelas batidas da faixa numa pista, já que a sonoridade da dupla não deixa de ser acessível no single, que eles declararam ser a primeira amostra de um EP a ser lançado ainda esse ano. Eclética, urbana, misturando orgânico e digital, “Still Falling” soa elegante e progressiva. E é com ela que o DEJA quer provar que existe muito mais do que sintetizadores bem orquestrados a serem explorados no gênero.

Download: DEJA – Still Falling

O EP de estreia da dupla está programado para julho, sem maiores detalhes.

Os meus remixes e covers favoritos são geralmente aqueles que se arriscam mais, que tentam de alguma forma mudar a perspectiva que temos sobre a original, e mesmo não conseguindo superá-las, consegue agregar um novo valor à mesma. São exatamente por esses motivos que estão aqui abaixo 3 covers que vão entrar como alguns dos meus favoritos do ano, e digo logo que o que têm de curtos (o maior tem 2:40), têm de criativos.

.

Rockapella – A-Punk (Vampire Weekend Cover)

“A-Punk”, uma das minhas músicas favoritas de uma das melhores bandas a sair nos últimos anos, ganha aqui uma nova roupagem. Se a original já tinha um quê de batidas africanas, este cover é praticamente um passeio à selva do Rei Leão. Se você reparar, pode ouvir até uns pedaços da trilha sonora do filme cantados ao fundo da música, que não tem a velocidade e o agito da original, mas mantém o ritmo sem deixar tudo lento demais. É um cover divertidíssimo, com um baixo delicioso, que vai fazer você lembrar o quanto ama essa faixa.

♫ Rockapella – A-Punk (Vampire Weekend Cover)

.

Telephoned – O.N.E. (Yeasayer Cover)

O Telephoned é esse duo que você acima,que na verdade estavam ano passado abrindo simplesmente para o Chromeo. Aqui, eles pegaram um dos hinos indies do ano, “O.N.E”, com toda a sua aura de balada anos 80, que ganha aqui os vocais do grupo e batidas menos dançantes, mas não menos atrativas. Em uma versão mais relaxada e mais soul, a música que só fica no refrão só peca por ser curta demais, mas prometo que cada segundo valerá a pena. Nada comparável com a original, é claro, mas é uma boa música para sua playlist de verão enquanto toma um drink refrescante.

♫ Telephoned – O.N.E. (Yeasayer Cover)

.

Jump Clubb – Futile Devices (Sufjan Stevens Cover)

Mas… já? Sim, postamos alguns dias atrás essa faixa do “Age of Adz” um dos grandes lançamentos do ano e já temos um cover pra ela. Se na verdade tinhamos a música como a única que lembrava o passada de Sufjan e sem toda a produção louca que está por todo o disco, nesse cover a história muda. Com sintetizadores, batidas fortes e palminhas, a música ganha um novo ar, com o vocal lo-fi do Jump Clubb, que acompanha a estrutura da música igual a original, até ao soltar o belo refrão só no finalzinho. Esse é daqueles covers que conseguem competir de peito a peito com a original.

♫ Jump Clubb – Futile Devices (Sufjan Stevens Cover)

.

O ano de 2010 está sendo muito bom para a música em geral, e mesmo sem um álbum avassalador quanto o do Animal Collective do ano passado, tivemos algumas surpresas, expectativas atendidas e decepções. Com a maioria dos lançamentos esperados já lançados, ainda assim temos muita coisa para ouvir. Entretanto, temos aqui um saldo geral dos álbums que mais se destacaram para mim nessa metade do ano (lançamentos até 30/06/2010). A lista final que farei no final do ano pode haver alterações, a medida que ouvir os álbums novamente e tirar novas conclusões. Enfim, clique abaixo para ver a lista, conhecer alguns artistas que não escrevi ainda (prometo consertar isso), e é claro, opinar se concordaram ou não com meu top 20. Também gostaria muito de ver quais são os SEUS álbums favoritos até então, então não esquece de comentar no box!

Continue Lendo!!!

Um dos CDs que mais esperava ouvir nesse começo de ano vazou, e o mais engraçado, antes mesmo de ter sua capa revelada. Odd Blood, do Yeasayer, que definitivamente mudou do folk pro experimental/pop (ou da água pro vinho se preferirem!), chega com uma música mais louca ou quanto Ambling Alp. Rome contém uns barulhos estranhos, grunhidos, e uma batida pseudo-funk à la Outkast, que soa exatamente como se a banda resolvesse participar daquela famosa cena da festa na selva de Rei Leão.

Rome não é a minha favorita do álbum, nem a segunda, nem a terceira, mas certamente foi uma das que mais me chamou a atenção de início.

Esperem por um review de Odd Blood em breve, que já posso adiantar que estou curtindo bastante. Nenhuma música soa igual a outra e a única coisa que têm em comum é a excentricidade (pra não dizer bizarrice, mas de um ótimo modo).

Fiquem com Rome após o clique.

Continue Reading…

Vídeo da música “Ambling Alp”, do Yeasayer, que vocês puderam conferir aqui.

 

Yeasayer pode não ser um nome muito conhecido, mas com um ótimo CD já lançado, o “All Hour Cymbals”, ele está se preparando para o lançar o segundo logo no começo do ano que vem, e pelo que promote nessa música, já coloquei na minha “watchlist”.

Não tenho muito o que comentar sobre Ambling Alp. É aquele tipo de musica pop que é estranha e extremamente divertida ao mesmo tempo; aquela que você não sabia, mas estava esperando por ela.

Continue Reading…

2010, oh 2010!

Luis Felipe —  17/11/2009 — Leave a comment

2009 foi um ótimo ano para a música, principalmente para os novos artistas que provavelmente farão muito barulho no futuro ainda, mas a pergunta é, cadê aquele velho artista querido que a tempos não dá as caras?

A resposta é (pelo menos pra uns 80% dos casos) é: 2010!

Segue abaixo uma lista que preparei com alguns dos lançamentos mais aguardados por mim, que une artistas já consagrados e outros que irão lançar o debut em 2010, porém já lançaram alguma coisa esse ano que os fez parar nessa lista…

2010 será de fato um grande ano, e qualquer notícia, desses ou outros novos artistas, pode ter certeza que estaremos cobrindo por aqui!

A resposta é (pelo menos pra uns 80% dos casos) é: 2010!

Segue abaixo uma lista que preparei com alguns dos lançamentos mais aguardados por mim, que une artistas já consagrados e outros que irão lançar o debut em 2010, porém já lançaram alguma coisa esse ano que os fez parar nessa lista…

2010 será de fato um grande ano, e qualquer notícia, desses ou outros novos artistas, pode ter certeza que estaremos cobrindo por aqui!

Continue Reading...